Sábado, 9 de Janeiro de 2010

RELOGIO DO TEMPO

 

A IDADE DE OURO
Todos nós, assim como tudo na vida, temos idades várias. E todas elas, correm a velocidades bem diferentes. Temos a idade da traquinice, em que nunca ninguém deixou testemunho, sobre a velocidade a que ela corre, mas que é muito linda, por ser a idade da inocência.
Temos a idade da infância, a chamada, e conhecida pela idade das imitações, Em que o tempo parece que parou para nos tramar, sem nos deixar ser o que mais gostávamos de ser, em que a nossa cabecita, com tanto de inocente como de irresponsável, chega a pensar que já sabemos tudo da vida, só nos falta a carta de alforria.
Temos depois a idade da juventude, em que passam por nós todo o tipo de ilusões sobre todas as coisas, as mais inimagináveis, mas das quais todos nós nos lembramos, pelo menos de algumas, os sonhos, as fases criticas da própria idade, as zangas com a vida que ela própria não nos deixa ser o que queríamos, porque está tudo dependente do Prof. tempo, os desacordos com os pais, a vontade frenética de sermos de maior idade, é a idade em que o tempo também parece não ter muita pressa de correr.
Chega mais tarde a idade adulta, Essa é a idade em que se começa a acordar dos sonhos, e a saber distinguir, o bem do mal. com todas a advercidades juntas, parece que tudo se combinou, para nos dificultar a vida, mas nós com o apoio daqueles que tanto nos tentaram abrir os olhos, lá vamos fazendo as ultimas provas de maturidade, e vamos vencendo.
 Depois chega a minha idade. Que tem tanto de feia, como de bonita, dá-se valor a coisas que há 40 anos atrás não tinha a mesma importância, não sei se será correcto o termo, lugar aos novos, ou seja, coisas que estiveram em segundo plano, começam agora a ocupar, o lugar de outras que estão a terminar a sua carreira e por isso estão a dar o seu lugar a outras coisas. Aqui o tempo corre á velocidade da luz, e nós não pudemos ter freio nele. Tudo isto bem compilado, onde será que está aqui a odade de ouro. Ou será que não existiu? Talvez não. Mas agora sim, agora ela existe. Passou a existir, quando os meus 0,7 se viraram ao contrário, e a virgula desapareceu. E aqui está a razão do porquê de eu privilegiar, os vídeos que contenham melodia, romantismo, e flores, em suma a NATUREZA, EM TODA A SUA PLENITUDE.   http://images.paraorkut.com/img/graphicupload/user/4504/5e77015f08071e6f17b419c0fe055ea0

publicado por Fisga às 10:00
link do post | comentar | favorito
|
13 comentários:
De maripossa a 10 de Janeiro de 2010 às 21:57
Amigo Eduardo. Tanta desilusão aqui neste texto, assim é meu amigo e não temos volta a dar a esta roda da vida e da idade. Mas cada dia é um dia e esse nunca se deve desperdiçar nem um segundo, pode ser esse o último, como tal vivê-lo em pleno será o melhor para nós. E posso dizer que conheço alguns que vivem muito e bem apesar de alguma idade, como tal é um amigo que gosto de ver por aqui e partilhar as palavras, vamos em frente, e nada de desanimo.
Beijinhos de amizade Lisa


De Fisga a 12 de Janeiro de 2010 às 18:32
Olá minha querida amiga Lisa. É na verdade, só desilusões e contrariedades, que vemos ao olhar-mos para trás, mas ainda bem que não podemos alterar nada, porque seria certamente bem pior. Além disso, o tempo agora é pouco para analisarmos o bem que podíamos ter feito e não fizemos, e o mal que não devia ter sido feito, Não para remediar, nada, mas apenas para pedirmos desculpas a nós próprios, pelo mas que fizemos a nós. Já que felizmente para nós, a consciência não nos pesa pelo mal que fizemos aos outros. Minha amiga, Um beijinho e tudo de bom. Eduardo.


De poetaporkedeusker a 11 de Janeiro de 2010 às 12:09
Sabes uma coisa, amigo? Não. Não sabes porque eu ainda não te disse... mas a verdade é que eu acho que sempre dei esse imenso valor à natureza em toda a sua plenitude... claro está que passei por essas etapas todas de que falas neste teu post, mas esse encantamento pela natureza acompanhou-me sempre. Criança, jovem, adulta e agora que estou a ficar com neve nos cabelos. Bem-vindo à IDADE DE OURO, meu querido amigo!
Um enorme abraço para ti!


De Fisga a 13 de Janeiro de 2010 às 14:32
olá amiguinha do peito. Bom... Já que te consideras na dita idade de ouro, Obrigado, por aceitares a minha companhia, na vivencia da nova idade, eu também me sinto muito bem na tua companhia. E quero dizer-te que também tive sempre independentemente da idade, o mesmo afecto pela anatereza . obrigado por seres assim, amiga dela e de mim, porque eu também faço parte integrante dela. Um grande abraço deste amigo Eduardo.


De poetaporkedeusker a 13 de Janeiro de 2010 às 16:48
Fazes sim senhor! :))) Eu sei muito bem que fazes parte da anatereza!!! :)))
Abraço ++++++!


De MIGUXA a 11 de Janeiro de 2010 às 17:57
Eduardo,

Gostei imenso do que li...As suas palavras revelam a sabedoria de quem já percorreu uma longa caminhada e sabe dar o devido valor a cada uma das etapas percorridas...
A que atravessa agora tem também o seu carisma, tem o seu encanto, aproveite com afeição cada bom momento, desvalorize os menos bons e seja feliz

Beijos carinhosos
Sua amiga do coração
Margarida


De Fisga a 13 de Janeiro de 2010 às 14:43
Olá minha querida amiga Margarida. obrigado, e acredite que estou a fazer isso, com muita alegria, pois todas as etapas da nossa vida têm a sua magia, e beleza, cabe-nos a nós descobri-las. Eu descobri que esta e a idade das reflexões, das avaliações, e do balanço geral, da nossa vida, e se o que encontramos é positivo, devemos ficar felizes por isso, daí a minha felicidade. Mas agradeço na mesma o seu alerta. Obrigado. Um beijinho com muita ternura, e carinho. Eduardo.


De Tina a 12 de Janeiro de 2010 às 00:14
Olá amigo
Afinal...resumindo e concluindo: "A vida é uma constante ilusão e desilusão"....Mas, é linda, é bonita quandose vive com AMOR sempre presente nas nossas vidas...o resto, não importa.....afinal, temos sempre momentos bons e momentos mens bons...saibamos guardar em nossa memória os BONS! Pois esses ajdama prosseguir em frente....e nãopensemos na idade....esse rótulo temos que o colocar da seguinte forma: "Quanto mais velhos melhores, como o vinho do Porto"....Ehehehehehe....Velhice só existe no imaginário da cabeça....a juventude permanece sempre dentro de nossos corações, de nosso espírito e isso é o mais importante.
Gostei do que li....muito bem escrito, com cabeça de pessoa inteligente e muito madura!
Beijinhos, meu amigo....!


De Fisga a 13 de Janeiro de 2010 às 14:51
Olá minha amiguinha Tina. Antes de mais nada quero desejar-te que estejas a recuperar, dos desaires recentes. E depois agradecer-te pelos conselhos que me dás, que são sempre tão oportunos, já que nós temos tendência, para esquecer as coisas boas da vida. Obrigado. A pesar de já a conhecer, gostei da comparação com o vinho do porto. Concordo plenamente, que a velhice, está só na cabeça das pessoas que são pessimistas. Obrigado. Um beijinho deste amigo. Eduardo.


De Tina a 13 de Janeiro de 2010 às 15:30
Obrigada Eduardo....Hoje foi o funeral de outro amigo jovem de meus filhos, da mesma idade...Ontem quando cheguei a casa receb a notícia.
Filho duma amiga minha, também de minha idade. Deixou 2 filho spequenos e a mulher grávida de 6 meses.
Alojou-se há cerca de 10 dias um virus que lhe provocou uma cepticemia..foi induzido a coma e sucumbiu..Um rapaz jovm cheio de sonhos.
Cá na minha terra parece que passou uma onda de negatividade...sei lá!
É triste ver-se partir jovens e é muito doloroso uma mãe ver partir um filho!
Mas...falando de outras coisas menos tristes...
Obrigada pela tua resposta. De faco a velhice é mera convenção da nossa sociedade.....
Velhice são pergaminhos, prémios que o homem recebe ao longo dos anos ...tanto em seus conhecimentos, como em seu coração e sua alma.....Nobreza de espírito simbolizando distinção em todo aquele que aceita a velhice como algo LINDO na sua vida! Só dignifica o HOMEM, como homem.
O resto é "treta"...Não achas?

Beijinhos, Eduardo


De Fisga a 13 de Janeiro de 2010 às 15:15
Olá amiguinha Tina. obrigado por vires. Sim amiga, a vida é feita de ilusões, e desilusões, é uma constante, a que ninguém conhece o fim. mas é de facto importante saber-mos guardar os bons momentos que ela nos proporciona, e que são bastantes. É verdade que a velhice, é só na nossa cabeça, porque há mais que uma velhice, a velhice dos anos, e a velhice espiritual, e de espírito, só é velho quem quer ou não sabe. Basta saber-mos, que se continuar-mos a amar a vida, é o sinal, da nossa juventude, espiritual. Da velhice dos anos, devemos agradecer, a Deus, o facto de continuar-mos a viver. Obrigado pelos elogios, sabe-se lá se merecidos. Um beijinho deste amigo, Eduardo.


De TiBéu ( Isa) a 12 de Janeiro de 2010 às 20:04
Bem Eduardo e agora já foi tudo dito, só me resta dizer que cada idade tem a sua beleza, e tu concordas comigo concerteza...... és pessoa vivida, com sabedoria, bem mais do que algumas pessoas da tua idade.
Tambem a idade pouco importa não é amigo?
Beijinhos e continua assim com toda a gentileza que tu sabes.


De Fisga a 13 de Janeiro de 2010 às 15:00
Olá amiga Tibeu . É verdade Minha amiga, todas as idades têm a sua beleza, agora disseste tudo, de uma só vez, eu sou suspeito para fazer esta afirmação, mas é a verdade. Se me perguntarem, se na minha idade eu noto que sinto a falta de algo, À! Pois claro que sim! Mas haverá por ventura alguma idade em que nada nos falte? Nem na que eu decidi apelidar de idade de ouro. Obrigado amiga por vires Um beijinho deste amigo. Eduardo.


Comentar post

.quem sou eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. O RELÒGIO

. RECORDAÇÕES

. É TÃO TRISTE

. AS MINHAS DUVIDAS

. UM NOVO ANO

. UM BOM NATAL

. PING PONG

. DIAS DE INCERTESA

. ALEGRIA TOTAL

. JANEIRO DE 2013

. PENSAMENTOS

. O FILHO PRÓDIGO

. SINAIS DOS TEMPOS

. UM AZAR NUNCA VEM SÓ

. O TIATRO DE REVISTA

.arca_animais-micros...

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

.Visitas

 

.arca_animais-micros...

blogs SAPO

.subscrever feeds