Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010

PERTO DO OCASO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HOJE APRENDI
Hoje a vida me ensinou... A dizer adeus às pessoas que amo,
Sem tira-las do meu coração; Sorrir às pessoas que não gostam de mim, Para mostrar-lhe que sou diferente do que elas pensam;
Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade,
Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar; Calar-me para ouvir. Aprender com meus erros. Afinal eu posso ser sempre melhor. A lutar contra as injustiças; Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo, a ser forte quando os que amo estão com problemas; Ser carinhoso com todos que precisam do meu carinho; Ouvir a todos que só precisam desabafar; amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafectos perdoar incondicionalmente. Pois já precisei desse perdão. Amar incondicionalmente, pois também preciso desse amor;
A alegrar a quem precisa; a pedir perdão a sonhar acordado;
A acordar para a realidade (sempre que for necessário);
A aproveitar cada instante de felicidade; A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar; Me ensinou a ter olhos para "ver e ouvir estrelas", embora nem sempre consiga entendê-las;
A ver o encanto do pôr-do-sol;
A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser;
A abrir minhas janelas para o amor; A não temer o futuro;
Me ensinou e esta me ensinando a aproveitar o presente, como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesmo tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher.

Charles Chaplin

 


publicado por Fisga às 08:00
link do post | comentar | favorito
|
26 comentários:
De Ivete a 9 de Fevereiro de 2010 às 22:55
Adoro Kenny G., amigo. E este tema tá tão bonito...As paisagens usadas no vídeo tão lindas! Até parece ser no Brasil, mas o autor diz que é na Venezuela.

As palavras do Chaplin também. São cheias de sabedoria, embora nem todos os dias as queiramos seguir...Pois assim é que somos!

Beijos


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2010 às 19:14
Olá amiguinha Ivete, obrigado por vires, é uma amabilidade muito grande da tua parte. Sem mais, é mesmo na Venezuela, segundo o autor. mas nem por isso é menos bonito que se fosse no Brasil. obrigado pelo teu depoimento. beijinho. Eduardo.


De MIGUXA a 10 de Fevereiro de 2010 às 00:24
Eduardo,
Meu Amigo,

Está lindo o seu post, a musica e imagens do video acompanham docemente as palavras do nosso querido Chaplin, sempre tão sabedor das coisas da vida, das boas e das más que nos interpelam a todo o momento.

Parabéns e um beijinho carinhoso
Margarida


De Fisga a 10 de Fevereiro de 2010 às 14:51
OBRIGADO POR VIR, MINHA QUERIDA E DOCE AMIGA. MARGARIDA. PELO SEU CARINHO, AMIZADE E COMPREENSÃO. QUANTO A NOVIDADES, INFELIZMENTE SÃO SEMPRE MAIS AS MÁS QUE AS BOAS. É O QUE TEMOS. BEIJINHO PARA SI MARGARIDA.


De Tina a 10 de Fevereiro de 2010 às 18:30
Olá meu amigo Eduardo!

Lindo este pensamento..LINDO...de todo!
Parabéns por partilhares connosco...Adorei ler...seria tão bom se todos fôssemos assim na vida!
tB GOSTEI DO TEMA MUSICAL...lINDO!
Beijinhos para ti; Eduardo!


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2010 às 19:16
Olá amiga Tina. Muito grato estou, pela tua gentileza, em vires. fico muito feliz, por gostares, pois eu também gostei muito, por isso publiquei. obrigado. um beijinho deste amigo. Eduardo.


De Alzira Macedo a 11 de Fevereiro de 2010 às 21:30
Meu amigo Fisga...

Já um pouco envergonhada, entro no teu planeta sol...
Envergonhada pela minha ausencia sentida...
Aqui num mundo com calor, com amizade e com simpatia...
Confesso que já sentia saudades...
Quanto á lição de vida que charles chapelin deu ou continua a dar...
È de te louvar, por a sentires e a partilhares...
Se aqui escreveste em teu poste há um motivo e esse é que continuas a crescer, continuar a cultivar-te...
Gosto de pessoas como tu que não param no tempo...
Tà lindo amigo parabens pela escolha, e pelo bom gosto...
Um beijo nesse teu coração amigo


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2010 às 19:27
Olha minha querida amiga. Tu não tens que te envergonhar de nada, mas eu sim, de qualquer forma vamos deixar-nos de vergonhas, afinal vergonha é roubar, e é só quando se é apanhado. Quanto ao conteúdo do post . Eu agradeço-te encarecidamente o teu agrado, pelo que escrevi, mas isto é fruto da net . eu não sei nada da história das grandes personalidades e nem das pequenas. Tu é que és uma querida, que já não sabes passar sem me elogiar, mesmo que eu não mereça, a tua sorte e a minha, é que eu não sou vaidoso. Olha amiga. Que Deus tenha pena de nós, e que nos deixe andar por cá muitos mais anos. nesta batalha da pesquisa. Um beijinho deste teu amigo, sincero, que dá pelo nome de Eduardo.


De Alzira Macedo a 22 de Fevereiro de 2010 às 21:46
Amigo Fisga...

Adorei esta tua posição sobre a vergonha...
Digo muitas vezes isso...
Que vergonha é ser apanhado a roubar...
porque se rouba-se e nao fosse apanhada nao sentiria vergonha..
Terei de ter umas liçoes de roubalheira com os nossos politicos...
Amigo não sejas tão humilde...
Pode ser fruto de pesquiza...
Mas a ideia é tua...
e a partilhas-te nobremente...
Agora frontalmente meu amigo...
Sabes porque não me passo sem te elogiar?
Porque não posso deixar de te dizer o quanto te admiro e o rogulho que tenho em pertencer ao teu rol de amigos...
Ès uma dadiva na amizade, no ser humano que és...
Sinto isso, não me perguntes porquê...
Mas é assim ou sente-se ou não se sente...
Agora tu dizeres que não és vaidoso.....
hummmm------
Não sei porqueê mas nao acredito ahahahaha
um poukinho somos todos...
Mas fica-te tambem essa humildade, que se perde nos tempos que correm...
Continua a ser quem és...
Porque se te adoro é precisamente por seres assim...
beijoca doce


De casimirocosta a 12 de Fevereiro de 2010 às 20:42
Olá amigo Eduardo, que texto maravilhoso, penso mesmo, que todos devemos ver a vida com essa forma de ver.
Que Deus lhe guarde visão das coisas.
Um grande abraço para um grande amigo.
Casimiro Costa


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2010 às 19:31
Olá amigo, Casimiro Costa. Obrigado por vir a este meu cantinho que é também seu. obrigado também por gostar, do que escrevi. Quanto ao seu desejo, é quero estende-lo também ao meu amigo e a todas as pessoas que eu gosto e ás que gosto menos, pois afinal tudo isto fás parte do mundo em que vivemos. Um grande abraço, deste amigo do peito. Eduardo.


De maripossa a 15 de Fevereiro de 2010 às 17:59
Eduardo. Ao ler o pensamento de Charles Chaplin , é sem dúvida daquelas palavras que não esquecemos. O vídeo bem escolhido, ou não fosse o amigo um homem sensível , adorei o conjunto.
Beijinho de amizade Lisa


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2010 às 19:40
Muito obrigado por ter vindo e por ter gostado, minha amiga Lisa. eu sei quanto estes temas lhe são caros.
Obrigado por tudo. Um beijinho deste amigo do coração. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 16 de Fevereiro de 2010 às 16:42
Edu

A vida nos ensine e é bom aprender
na forma de viver, entender, amar.

Adorei tudo quanto foi dito,
tudo quanto escreveste!

Que bom ser tua amiga!

Com ternura e em especial para ti...

Amigo,
Das horas lentas e caladas
Do nosso sentir,
do nosso Secretismo,
Do nosso viver.

M. Luísa


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2010 às 19:45
Olá amiga Maria Luísa. Obrigado por vires, mas espero que não esqueças a tua ainda débil saúde. não quero sentir-me moralmente responsável pelo atraso na tua recuperação. olha que eu sei muito bem dar o valor, ao que significa a falta de saúde. Um beijinho deste amigo, que te deseja para ti tudo o que eu gostava de ter para mim. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 23 de Fevereiro de 2010 às 10:47
Edu

Amei encontrar-te. Força no teu caminhar. Não te quero perder e à tua amizade.

Quinta-feira (desta semana) começo a "fisioterapia"
às 16h45m, em Almada.

Depois te contacto!

Beijos e obrigada por escreveres,

Mª. Luísa


De TiBéu ( Isa) a 16 de Fevereiro de 2010 às 19:18
Olá Eduardo
Vim perguntar como foi o teu carnaval, o meu foi em casa pois não sai, não gosto muito do Carnaval. beijinhos


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2010 às 19:51
Olá minha amiga Tibeu . Obrigado, por te preocupares comigo e por partilhares comigo os teus passatempos. Olha minha querida, eu também gosto do Carnaval. Mas se isso te dá algum animo, eu também, entre Sábado e Quarta feira, não saí a soleira da porta para fora. Estava um frio, danado. e eu até acho que já brinquei muito. agora vou dando lugar aos novos. Beijinho e tudo de bom para ti. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 18 de Fevereiro de 2010 às 14:41
Edu

lindo o que escreves, com toda a sabedoria que tens.

Aos poucos e lentamente, vou regressar!

Espero por ti!

Saudades,

M. Luísa


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2010 às 20:03
Olá minha querida amiga Maria Luísa. acredita que eu sei o quanto me custa, não ir regularmente aos blogs, das pessoas que eu amo e adoro, mas o meu estado de espírito, está a cada dia mais escuro. Eu não esqueço quanto devo aos amigos que me têm acompanhado ao longo destes anos , mas há razões, que a própria razão desconhece. Só te quero dizer que nunca me esquecerei de ti, és uma grande amiga. Beijinho, Deste teu amigo. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 20 de Fevereiro de 2010 às 14:12
Edu

Apesar de tudo. quanto se relaciona com saúde, tua e minha, não poude deixar de retornar ao teu encontro.

Te agradeço tua amizade sincera, ao lado da falta de sinceridade, verdade e amor que se me deparou neste mundo virtual.
Quem pensa que pode viver de ódios e rancores e maldade, se engana!

Não somos nada! Novos ou de mais idade.
Não tenhamos a ilusão de que podemos viver de rancores e ódios. Nada somos, muito menos os maldosos e orgulhosos.

Apena o Amor nos pode conduzir na hora certa, no
caminho certo!
O ódio e o rancor, destroem mais do que a doença.

Mas tu e eu não pertencemos a essa calamidade de pretensa Gente.
Aos poucos ressusssitamos e voltamos às nossas vidas. Estamos no caminho certo. Eu sei!

Com saudade,

Mª. Luísa


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2010 às 20:09
Olá minha amiga Luísa. como me sensibilisas com as tuas palavras. esses termos, não se encontam nos nossos dicionários. nós somos aquilo que somos, e com muito orgulkho. Felkizmente, não temos que colher esses frutos envenenados. Um beijinho deste amigo que não se esquece de ti. Eduardo.


Comentar post

.quem sou eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. O RELÒGIO

. RECORDAÇÕES

. É TÃO TRISTE

. AS MINHAS DUVIDAS

. UM NOVO ANO

. UM BOM NATAL

. PING PONG

. DIAS DE INCERTESA

. ALEGRIA TOTAL

. JANEIRO DE 2013

. PENSAMENTOS

. O FILHO PRÓDIGO

. SINAIS DOS TEMPOS

. UM AZAR NUNCA VEM SÓ

. O TIATRO DE REVISTA

.arca_animais-micros...

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

.Visitas

 

.arca_animais-micros...

blogs SAPO

.subscrever feeds