Quinta-feira, 25 de Dezembro de 2008

A MINHA VIDA COM

 

 

EU FIFi
A Albertine conduziu-nos para o anexo e fez uma caminha muito agradável e macia, disse: Fiquem aqui que eu vou buscar a vossa papinha. Passado pouco tempo a Albertine voltava com duas tigelas de leite com sopas de trigo. E disse: Hoje tem que ser assim, não há peixe, mas amanhã já se arranja um peixinho para vocês se deliciarem.
Comemos e ficamos bem, mesmo não sendo o nosso manjar preferido. No dia seguinte, não esperamos pelo pequeno almoço, saímos logo cedo p+ara dar uma volta pela cercania da casa, eu já tinha saudades da minha amiga macieira, onde aprendi tantas coisas e vi outras que não veria se não subisse à macieira. Estava eu muito descansada a saborear o prazer de estar um pouco sobre a macieira, quando vejo o meu ídolo, a caçar um bom rato, uma coisa que eu nem sonhava como se fazia. Depois de o matar foi levar-mo a onde eu estava e pô-lo junto de mim e miou baixinho como que a dizer-me como que é muito bom. Mas eu nunca tinha comido rato, como eu não liguei, ele pega no rato com as patas e começou a come-lo. Quando veio o cheiro do rato ao meu nariz, confesso que me apeteceu provar, miei para ele e logo ele todo pronto me entregou o rato que eu com alguma repugnância provei e gostei muito. O meu amigo desceu da macieira para o chão e pouco tempo era passado já ele tinha outro rato na boca.  

 


publicado por Fisga às 09:00
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De poetaporkedeusker a 26 de Dezembro de 2008 às 00:16
Olha, amigo... agora é que eu estou num grande dilema existencial! Tenho pena do almoço da Fifi e do marido... mas como eu sou meia maluca, não ligues muito. Os gatos são mesmo animais carnívoros...
abraço.


De Fisga a 26 de Dezembro de 2008 às 20:37
Queres dizer que tens pena dos ratinhos? Eu também tenho pena dos peixes e das vacas e dos frangos mas a vida não é justa, para ninguém. Um abraço Eduardo.


De poetaporkedeusker a 26 de Dezembro de 2008 às 22:26
Eu sei, eu sei... por isso te disse que era meia maluca...
Abraço.


De Fisga a 27 de Dezembro de 2008 às 16:59
Ok. obrigado. Mas não precisas de mentir assim, porque eu sei que não é verdade. Abraço Eduardo.


De poetaporkedeusker a 27 de Dezembro de 2008 às 17:52
Um abraço grande, amigo!


Comentar post

.quem sou eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. O RELÒGIO

. RECORDAÇÕES

. É TÃO TRISTE

. AS MINHAS DUVIDAS

. UM NOVO ANO

. UM BOM NATAL

. PING PONG

. DIAS DE INCERTESA

. ALEGRIA TOTAL

. JANEIRO DE 2013

. PENSAMENTOS

. O FILHO PRÓDIGO

. SINAIS DOS TEMPOS

. UM AZAR NUNCA VEM SÓ

. O TIATRO DE REVISTA

.arca_animais-micros...

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

.Visitas

 

.arca_animais-micros...

blogs SAPO

.subscrever feeds