Sábado, 31 de Janeiro de 2009

AMOR ANTIGO.

http://www.youtube.com/watch?v=xinRHWZrdYg

Eu aprendi...
...que ignorar os fatos não os altera;

Eu aprendi...
...que quando você planeja se nivelar com alguém, apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você;

Eu aprendi...
...que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas;

Eu aprendi...
...que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;

Eu aprendi...
...que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;

Eu aprendi...
...que as oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu.

Eu aprendi...
...que quando o ancoradouro se torna amargo a felicidade vai aportar em outro lugar;

Eu aprendi...
...que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito;

Eu aprendi...
...que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a;

Eu aprendi...
...que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer.
(Boa noite , Amor )

William Shakespeare

 


publicado por Fisga às 18:29
link do post | comentar | favorito
|
58 comentários:
De MIGUXA a 31 de Janeiro de 2009 às 18:52
Lindo este texto.

Parabéns pela escolha!

E como eu concordo: "Quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer"

Xi-kor
Margarida


De Fisga a 1 de Fevereiro de 2009 às 11:24
Olá Amiga Margarida. Muito agradecido por ter vindo. Quanto ao poema, sou suspeito para falar porque sou poético-dependente. Mas acho que é um poema muito feliz do William Shakespear. Pelo simples facto de ele ter sido quem foi. Beijinho Eduardo.


De Priscilla Garcia a 2 de Fevereiro de 2009 às 12:40
Soneto do Amor

Este infinito amor de um ano faz
Que é maior do que o tempo e do que tudo
Este amor que é real e que contudo
Eu já não cria que existisse mais.

Este amor que surgiu insuspeitado
E que dentro do drama fez-se em paz
Este amor que é túmulo onde jaz
Meu corpo para sempre sepultado.

Este amor meu é como um rio; um rio
Noturno, interminável e tardio
A deslizar macio pelo ermo...

E que em seu curso sideral me leva
Iluminado de paixão na treva
Para o espaço sem fim de um mar sem termo.


Autor: (Vinícius de Moraes)

Foi retirado pelo site:

http://www.ziipi.com/result?pesquisa=poesia+de+amor
(http://www.ziipi.com/result?pesquisa=poesia+de+amor)


De Fisga a 2 de Fevereiro de 2009 às 20:34
Olá Prixila. Obrigado pela amabilidade da visita. E pela forma de comentar nem só é bela como é bela também a poesia do Vínicius. Quis-te encontrar para te ler mas não consegui. É propositado? Um beijo Eduardo.


De Maria a 31 de Janeiro de 2009 às 21:38
Olá Fisga

Tenhe estado doente e só agora abri o PC, foi o 1º amigo a visitar, e deparo-me com este texto e concordo com a ultima frase

Tambem eu penso assim, quanto mais o tempo passa, mais coisas quero fazer e aprender.

Bjs


De Fisga a 1 de Fevereiro de 2009 às 12:08
Olám amga Maria. Antes do mais, lamento que tenha estado doente, espero que esteja melhor. Obrigado por ter vindo, eu também penso da mesma maneira e quem sabe, muitas pessoas pensarão como nós. Fiquei feliz por ter gostado do post. Um beijinho Eduardo.


De Emanuela a 31 de Janeiro de 2009 às 21:48
Hum... o problema é que aprendo e desaprendo... Quando penso que estou safa num assunto, vejo que preciso recomeçar a aprender...Gosto principalmente dos primeiros quatro pensamentos e ainda mais do quatro.Sou uma eterna apaixonada!
Beijinhos


De Fisga a 1 de Fevereiro de 2009 às 12:18

Olá amiga Emanuela. Obrigado por teres vindo. Que coisa linda: Sou uma eterna apaixonada. Eu confesso que não sei o que isso é mas acho que deve ser muito bonito e muito bom. Parabéns. Um beijo Eduardo.


De poetaporkedeusker a 31 de Janeiro de 2009 às 22:16
Belo texto escolheste hoje, amigo. Essa do escalar da montanha, em particular, sempre me deixou com um sorriso nos lábios. É mesmo assim...
abraço grande!


De Fisga a 1 de Fevereiro de 2009 às 12:22
Olá amiga Maria João. Obrigado por teres vindo. Gostei dessa, mas confesso que não te conhecia, esse teu fraquinho pelo montanhismo. Ainda bem que gostaste. Um abraço Eduardo.


De poetaporkedeusker a 1 de Fevereiro de 2009 às 15:17
É o montanhismo da vida, Eduardo...
Abraço.


De Fisga a 1 de Fevereiro de 2009 às 18:29
É isso mesmo amiga João . Abraço Eduardo .


De poetaporkedeusker a 1 de Fevereiro de 2009 às 21:36
Outro para ti, amigo.


De Repare amigo a 1 de Fevereiro de 2009 às 00:57
Atenção - (veja Post do Prémio)

http://blogs.sapo.pt?userinfo.bml?user=mumblesOlá

-> seria melhor apagar esta entrada - junto do nome da
poeta porquedeus quer - já reparou que vai dar a
uma entrada de blogs sapo. Não está bem não acha
amigo.

É melhor colocar aí a entrada certa - para o blog da sua amiga.

Cumprimentos


De Fisga a 1 de Fevereiro de 2009 às 14:06
Agradeço o reparo e a chamada de atenção, mas penso já esteja reparado, Obrigado. Eduardo.


De reparo a 1 de Fevereiro de 2009 às 14:18
caro amigo
olhe que ainda não está - ainda abre para os blogs sapo.

não abre para o blog da sua amiga
basta abrir o blog da poeta
onde está o endereço tem de fazer copiar - colar
e assim ...

um abraço


De amigo a 1 de Fevereiro de 2009 às 12:13
Pois é caro Fisga
Veja lá isso - apague e coloque correcto porque
isso assim põe em perigo outros blogs.

Vá lá...


De Fisga a 1 de Fevereiro de 2009 às 14:32
Creio que agora sim, está resolvido , as minhas desculpas, tinha entendido mal. Obrigado.


De M.Luísa Adães a 2 de Fevereiro de 2009 às 20:29
Fisga

Tu aprendeste tudo ou quase tudo e shakespeare disse e fez tudo, o que faltava... Tu fizeste o Final!

Muito bom!

Mª. Luísa


De Fisga a 2 de Fevereiro de 2009 às 20:39

Olá Amiga Adães. Obrigado por mais esta visita. Eu não fiz mais nada a não ser copiar e colar mas achei tão bonito e oportuno que não resisti. Um Beijo Eduardo. Hoje não tenho conseguido entrar nos blogs o sapo não me deixa. Diz que não sou menbro


De M.Luísa Adães a 3 de Fevereiro de 2009 às 04:30
eduardo

Fizeste muito - trouxeste o poeta e dramaturco à ribalta.

O Sapo, às vezes ,diz coisas inconcebíveis - então não te conhece?

Beijos,

Maria Luísa


De Fisga a 3 de Fevereiro de 2009 às 18:10
Olá amiga Luísa. Obrigado por vires. Nunca te aconteceu? Ele dizer-te, este registo não é valido. Eu até já tive em certos casos, que comentar como anónimo. Um beijo Eduardo.



De M.Luísa Adães a 5 de Fevereiro de 2009 às 21:20
Eduardo

Recebeste as minhas noticias? Tens alguma coisa a
dizer às minhas perguntas?
Sabes, eu cheguei atrasada! Minha culpa!

Bºs, M. Luísa


De Fisga a 5 de Fevereiro de 2009 às 21:34
Olá amiga. Se te referes à pergunta, onde escreves, já te respondi, é no teu blogs. Um beijo. Eduardo.


De *FreeStyle* a 3 de Fevereiro de 2009 às 04:58
A vida é sem duvida uma aprenditagem constante, viva-se lá qto se viva, aprendemos sempre algo até ao ultimo dia de vida.

Vi por aqui uns comentarios (e vi tb o mesmo problema num outro blog ), sobre um link que ia dar á entrada dos blogs, sobre isso queria dizer que não há razão para preocupações, imagino que tenha sido alguem por falta de experineçia que tenha feito algum comentario assim.
De qq maneira sabe que esse link não leva á entrada de blog nehum, só leva caso a pessoa esteja nesse mesmo momento "logado"no seu proprio blog, caso contrario não, acho até que esse tal link não devia ser publicado em lado nenhum, não por ser perigoso ( não o é ), mas pk quem entender pouco de informática e de blogs, fica confuso e só cria confusões.


Abraço Amigo Eduardo


De Fisga a 3 de Fevereiro de 2009 às 18:34
Olá Amigo freestyle. Olha amigo aquilo não tinha importância nenhuma, até porque o blog onde ia dar é gerido pela mesma pessoa que é a poetaporquedeusquer, eu ainda nem lhe disse nada a ela. mas os Srs. Lá da gestão. Entenderam que não era correcto e não me largaram enquanto eu não resolvi o problema. Isto não significa que eu é que estava com a razão. E por causa dessa treta, fiz inconscientemente uma asneira a seguir, que deu parta eu ter uma pega forte e feia com uma bloguista que já não faz parte da minha lista, porque já a risquei. Só porque uma pequena colagem que eu não cheguei a efectuar, apenas fiz a cópia e depois não colei por ser dispensável, mas não procedi à respectiva limpeza, e fui comentar a seguir, resultado; ao colar o comentário no blog, ficou colada também a cópia que eu tinha feito e que não efectuei a colagem, mas uma coisa inofensiva e sem importância, Primeiro eu assumi-me como único responsável e pronto a colaborar dentro do possível na solução do problema, Mas a pessoa nem só não compreendeu, como começou a tratar-me mal, do pior que há. Mas isso são outras Histórias. Um abraço amigo do teu amigo Eduardo.


De *FreeStyle* a 4 de Fevereiro de 2009 às 07:15
Como te entendo Amigo...mas sabes? não quero que se faça outra historia do que vou dizer a seguir, nem que dê confusóes, longe de mim tal ideia ou intenção, mas penso saber quem é a pessoa, tb a conheçi um pouquinho e tb já tive grandes chatiçes com, tdo pela interpretação errada das situações que da sua parte nunca faltou.

Assunto encerrado e vamos embora prá frentiiiiiiii IoI


Abraço


De Fisga a 4 de Fevereiro de 2009 às 17:59
Olá amigo Freestyle. Bingo. Fizeste linha, encheste cartão. Um abraço Eduardo.



De velucia a 4 de Fevereiro de 2009 às 23:46
E para acabar com as confusões...
A morte aconteceu!


De *FreeStyle* a 5 de Fevereiro de 2009 às 10:50
Dizem que os suicidios são derivados de grandes confusoes na cabeça.


De Fisga a 5 de Fevereiro de 2009 às 19:03
Olá Amigo Freestyle. Tens razão. E sabes como se chama a doença em causa? Chama-se delírio persecutório. A pessoa com, essa a meter na cabeça que está a ser perseguida, ou atormentada, injuriada, enfim, é uma pessoa que mete coisinhas na cabeça, em vez de meter cabecinhas na coisa. Um Abraço Eduardo.


De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 5 de Fevereiro de 2009 às 20:57
desculpa Eduardo mas não me consegui conter, beijinho carinhoso amigo


De Fisga a 5 de Fevereiro de 2009 às 21:22
Tá beijinho. tb. para ti.


De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 5 de Fevereiro de 2009 às 23:10
Peço desculpa Eduardo, o que gerou o meu riso foi esta tua frase :
"é uma pessoa que mete coisinhas na cabeça, em vez de meter cabecinhas na coisa. "

devia ter comentado o post no entanto nao o fiz, perdão

beijo carinhoso


De Fisga a 6 de Fevereiro de 2009 às 12:12
Olá Amiga Estrelinha. Não tem mal algum em não comentares. Mas explica-me por favor, porque eu não tenho tempo de ir ver. Eu fiz este comentário, no teu blog, ou no blog do Freestyle? Eu não queria fazer este comentário no teu blog. Se fiz no teu blog, As minhas desculpas pelo engano. Um beijinho e desculpa mais uma vez. Eduardo. P. S. Não precisas responder já vi que não me enganei. Beijo.


De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 6 de Fevereiro de 2009 às 12:17
Não amigo...
nem num nem noutro, eu é que entrei e como curiosa que sou li os comentários ( como aliás a maioria das pessoas o fazem ) ao ler a tua resposta ou Free desatei a rir e acabei por responder a esse teu comentário, porque a minha opinião é a mesma que a tua, o problema dela é esse mesmo, uma xs que sei quem é a pessoa e com quem tive alguns afrontos, digo-te mais...adorei a tua frase hihihihhi assenta-lhe como uma luva, mas olha de nada serve aos mortos lol entendes? sei que sim beijinhos carinhosos amigo


De Fisga a 6 de Fevereiro de 2009 às 19:49
Olá amiga Estrelinha. Agora fico mais descansado. Eu sei muito bem que há muita gente a ler os comentários e não tenho nada contra, o meu problema era estar a comentar num blog errado, e podia muito bem ter acontecido porque vocês têm blogs juntos. E eu regulo mal do sótão, e podia ter acontecido. Mas é o que eu digo, eu já há muito tempo que andava a prever que algo feio ia acontecer. O que me fás confusão, é estas pessoas não pararem para pensar, porque será que tantos conflitos surgem com elas, e tentar descobrir onde está o mal. Mas isso não é nada com a gente, um beijinho grande Eduardo.


De ஜॐ♥ஜ___Estrelinh@___ஜॐ♥ஜ a 6 de Fevereiro de 2009 às 22:31
Eduardo...

sabes o que te digo?
P´ra frente que atrás vem gente, esqueçe amigo, esqueçe...
Tem um bom e descansado fim de semana amiguito, beijito carinhoso


De Fisga a 7 de Fevereiro de 2009 às 09:52
Olá amiga Estrelinha. Devo confessar que é sempre para mim um rude golpe quando sou forçado a uma situação destas. Para mim uma amizade, mesmo que virtual não é como o papel do rebuçado que se deita fora, depois de desembrulhar o rebuçado, mas, quando se quer muito uma coisa há quem defenda que a conseguimos, e eu quero esquecer. Um beijinho Eduardo.


De *FreeStyle* a 5 de Fevereiro de 2009 às 21:44
Devo dizer que me considero previligiado, falo a sério!!!
É assim....eu dou mto valor às pessoas que jà viveram mais que eu, aprende-se mto e o saber a vida é um previlégio, assim como é um previlégio com 42 anos dizer coisas certas, pk se as diz um homem com a tua idade, é sinal que aprendi algo, algo certo.
Este meu racionio tem a ver com a tua frase "é uma pessoa que mete coisinhas na cabeça, em vez de meter cabecinhas na coisa"......IoI, porque exactamente a mesma coisa ( por outras palavras mas com mesmo significado ) já eu tinha dito há alguns meses atraz á mesmissima pessoa IoIoI.

Não querendo fazer do tema uma "Novela" nao pode sem comentar, achei engraçado e quis contar.

Mas agora vou ouvir os Rio Grande, no tema "deixa-me rir" um tema de Jorge palma...


Abraço e....fiquem com Deus que com a Nossa Senhora vou eu.


De Fisga a 6 de Fevereiro de 2009 às 12:40
Olá amigo Freestyle. É assim: Eu acredito mais que a pessoa Sofra de delírio persecutório, do que de falta de sexo, mas se a pessoa não admite que está doente, então provavelmente tem falta de sexo. Sobre esta última hipótese, o ser humano tem muita sorte. Porque fica-se apenas pelo sofrimento, mas não morre por falta de sexo. Mas há animais que por falta de sexo morrem mesmo, E eu sei do que estou a falar. Um abraço Eduardo.


De Ana a 3 de Fevereiro de 2009 às 18:37
Aprendi que.... quando o nosso filho nos agarra o dedo pela primeira vez, conquista-nos para o resto da vida!

Olá, mais um desafio em:

http://quero-ser-feliz.blogs.sapo.pt/

beijinhos


De Fisga a 3 de Fevereiro de 2009 às 19:16
E aprendeste muito bem amiga. Um beijo. Eduardo.




De Ana a 4 de Fevereiro de 2009 às 11:28
Há um desafio para ti em:

http://quero-ser-feliz.blogs.sapo.pt/


De Fisga a 4 de Fevereiro de 2009 às 18:35
Olá amiga Ana. Eu já tinha visto. Obrigado por te lembrares de mim. Já não me confesso há muito tempo vou confessar-me agora. Um beijo. Eduardo.


Comentar post

.quem sou eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 40 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arca_animais-micros...

.arquivos

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

.Visitas

 

.arca_animais-micros...

SAPO Blogs

.subscrever feeds