Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

SEM QUALIDADE

O HOMEM SEM QUALIDADES
A maior parte das pessoas tem um corpo que, ou é desleixado, formado e deformado pelo acaso, e que parece quase não ter relação com o seu espírito e o seu carácter, ou então é recoberto pela máscara do desporto que lhe dá o aspecto daquelas horas em que ele tirou férias de si próprio. Essas são aquelas horas em que um homem desfia o sonho diurno da sua boa figura, que foi buscar às revistas do grande mundo da elegância e da beleza. Todos esses jogadores de ténis, cavaleiros e corredores de automóveis, bronzeados e musculosos, com ares de baterem todos os recordes, apesar de, em geral, dominarem apenas razoavelmente a sua especialidade, essas damas bem vestidas ou bem despidas, sonham sonhos diurnos, e só se distinguem do comum dos mortais que têm sonhos despertos porque o seu sonho não permanece encerrado no cérebro, mas sai para o ar livre, como projecção da alma das massas, configurada de forma corpórea, dramática, quase apetecia dizer, na linguagem de fenómenos ocultos mais que suspeitos, ideoplástica. Mas têm em comum com os vulgares construtores de fantasias uma certa banalidade dos seus sonhos, tanto no que se refere ao conteúdo como à proximidade do estado de vigília.
Robert Musil, in 'O Homem sem Qualidades' TIRADO DA NET.

 


publicado por Fisga às 09:00
link do post | comentar | favorito
|
19 comentários:
De *FreeStyle* a 24 de Fevereiro de 2009 às 09:16
Infelizmente ou felizmente, não somos tdos iguais e ainda bem que assim é.

Entre tdos os exemplos que déste no post, é dificil escolher seja qual for, mesmo assim prefria as mulheres "bem despidas" IoIoI.


Abraço Amigo


De Fisga a 24 de Fevereiro de 2009 às 10:20
Olá amigo fre. Antes do mais obrigado por vires. Parabéns pelo teu sentido apurado. E também pelo bom gosto. Sabes que eu li o texto, que como viste, não é meu, e depois de o ler, ri-me sozinho, a única coisa que lhe encontrei, que vale pela análise, é o termo (Bem despidas.). E foi isso que me levou a Publica-lo. Privilegiei a pobreza de que o autor o revestiu. Um abraço Eduardo.


De D. a 24 de Fevereiro de 2009 às 20:04
Sinceramente, nao aprecio nada o Carnaval :)
Beijinho


De Fisga a 25 de Fevereiro de 2009 às 10:41
Olá amiga D. Espero que tenhas apreciado muito o dia por ser Terça-feira. Um beijinho Eduardo.


De Fisga a 25 de Fevereiro de 2009 às 17:08
Olá amiga D. Não estás sozinha nesse barco, eu também não. O Carnaval para mim é só mais um dia. Beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 24 de Fevereiro de 2009 às 20:15
Bem analisado o tema "Sem Qualidade"


Figuras a desaparecerem com o passar dos anos; um
dia esquecidas e irreconhecíveis!
É o final trágico dessa gente.

Bem escolhido!

Bºs, Mª. Luísa


De Fisga a 24 de Fevereiro de 2009 às 21:14
Olá amiga Maria Luísa. Antes do mais, obrigado por vires a este teu cantinho que é teu de direito. É isso mesmo que é desejável, mas mesmo bom era o desaparecimento da genes, ervas daninhas já temos que chegue obrigado. Um beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 25 de Fevereiro de 2009 às 12:40
Eduardo

O desaparecer das ervas daninhas, parece-me impossível, infelizmente.
O mal predomina; já se encontra na terra... e o" Bem tem de descer à Terra".


De Fisga a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:22
Olha amiga: Eu quero acreditar, Que a selectividade da natureza, se encarregará de eliminar da face da terra tudo o que lhe é nefasto, ela é muito poderosa, e sábia. Um beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 11:31
Eduardo

Deus te ouça!
Mas não esqueças, o mal vive na terra em promiscuidade com grande parte dos seus habitantes - "O Bem " tem de descer à terra - não a pode habitar, não tem espaço (falo em termos Espirituais ) e em determinados locais, não pode descer.
Então as ervas daninhas, não são fáceis de arrancar.

E o Bem e o mal vai sempre existir , por infelicidade
nossa!

Bºs, Mª. Luísa


De Fisga a 26 de Fevereiro de 2009 às 11:49
Olá amiga Luísa. A própria natureza também tem aqui o seu papel de selecção natural. Eu como amante incondicional que sou da natureza, tenho muita confiança nela, a natureza tem mistérios que a nossa capacidade de descortinar não alcança. por outro lado nós precisamos de acreditar. Acreditar é preciso. Um beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 15:01
Edu

E a Natureza que tu adoras, a quem pertence amigo, donde veio ? Dos teus Cinco pilares ou de Deus ? Ou
os teus cinco pilares também vieram de Deus ? Não
contesto nada, apenas alerto a um estudo mais profundo e menos convencional!

Beijos,

Maria Luísa


De Fisga a 26 de Fevereiro de 2009 às 19:31

Olá minha amiga: Eu peço-te imensa desculpa, possivelmente ficaste chocada Congo. Mas eu não te podia mentir, e não podia engendrar um comentário que não sentia. E quero dizer-te Que sou humilde o suficiente para me sujeitar ao julgamento das pessoas, e não levo a mal. E também te quero dizer que respeito as ideias de todas as pessoas que pensam de maneira diferente, e apoio as pessoas que me dizem que só com Deus é que estão bem, eu apoio-as e dou-lhe força, dou-lhe coragem, digo-lhe que devem orar-lhe e pedir-lhe a força de que necessitam nunca profiro uma palavra no sentido de dissuadir as pessoas ou puxa-las para fora do que elas pensam ser o caminho certo. Mas eu sentir-me ia muito mal se te estivesse a enganar. porque por omissão também é enganar, é permitir que a pessoa na sua boa fé pensem o contrário da realidade. Não te esqueças que São Tomé, mesmo só acreditando no que via chegou a Santo. Não te esqueças da Santa Maria Madalena. Agora sou eu que te peço, que sejas tolerante comigo. Desculpa-me mais uma vez. Um beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 20:02
Edu

Não estou chocada! Cada um é livre de responder da forma que sente. ou nada dizer.
Somos todos diferentes. Aceito a tua forma de pensar,
tu aceitas a minha e somos amigos virtuais.

Tudo bem pela minha parte!
Bºs, M. Luísa


De Fisga a 26 de Fevereiro de 2009 às 20:28
Amiga Mas eu confesso que fico muito aborrecido comigo mesmo. Porque é das últimas coisas que eu quero quem aconteça, é magoar-te com palavras ou acções. E já o fiz: Penso que só posso ter sido eu. Pelo menos fico com esse peso na minha consciência. Amiga fica bem e obrigado pela tua compreensão e complacência comigo. Um beijo. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 25 de Fevereiro de 2009 às 09:19
Eduardo

Neste momento não posso comentar:

vai ai meu blogs , no final do poema" Imaginação"
e leva o prémio oferecido por Tibéu "AMIGOS"
colocas o mesmo texto - Troféu..... e ofereces a cinco blogs: se não perceberes, vai ao blogs de Tibéu, ela explica melhor, onde diz "Prémios"; vai à Tibéu para não teres dúvidas, eu não coloquei tudo quanto ele diz, mas traduz o mesmo, mas tu segue as normas de Tibéu, mas foste escolhido por mim - falas no m/
nome, no da Tibeu já eu falei.

Mª. Luísa Adães

http://tibeu.blogs.sapo.pt / Prémios


De Fisga a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:02
Olá amiga Maria Luísa. Desculpa-me, mas eu não fui copiar nada ao blog da tibeu. Eu copiei apenas do teu. Eu nunca deixo um amigo sozinho se o teu estiver mal, o meu faz-lhe companhia. Está sempre4 bem, o que conta é a intenção da pessoa. Cada um faz como pode e sabe. Não há crise. Um beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 11:36
Eduardo

Fizeste-me rir; na realidade o meu está mais reduzido, mas o fundo é o mesmo; obrigada por seres solidário!
Bºs, M. Luísa


De Fisga a 26 de Fevereiro de 2009 às 12:04
Olha amiga: Não me agradeças, que eu qualquer dia, começo a pensar que é uma obrigação a solidariedade. Para mim a solidariedade, a amizade, a tolerância, a compreensão e o amor, São os 5 pilares em que a minha religião se apoia. Eu costumo dizer que sou ateu, o que eu entendo, por não acreditar em nada, mas em contra partida tenho as minhas balizas. e que são estas 5, e que estão acima dos meus próprios interesses. acredita que não me estou a exibir, estou a confessar-me, a ti, como minha confidente. Um beijinho Eduardo.


Comentar post

.quem sou eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. O RELÒGIO

. RECORDAÇÕES

. É TÃO TRISTE

. AS MINHAS DUVIDAS

. UM NOVO ANO

. UM BOM NATAL

. PING PONG

. DIAS DE INCERTESA

. ALEGRIA TOTAL

. JANEIRO DE 2013

. PENSAMENTOS

. O FILHO PRÓDIGO

. SINAIS DOS TEMPOS

. UM AZAR NUNCA VEM SÓ

. O TIATRO DE REVISTA

.arca_animais-micros...

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

.Visitas

 

.arca_animais-micros...

blogs SAPO

.subscrever feeds