Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

A ESCADA DA VIDA

object width="425" height="344">

A VIDA
É uma escada em caracol
e que não tem corrimão.
Vai a caminho do Sol
mas nunca passa do chão.
Os degraus, quanto mais altos,
mais estragados estão.
Nem sustos nem sobressaltos
servem sequer de lição.
Quem tem medo não a sobe.
Quem tem sonhos também não.
Há quem chegue a deitar fora
O lastro do coração.
Sobe-se numa corrida.
Corre-se perigos em vão.
Adivinhaste: é a vida
a escada sem corrimão.
David Mourão Ferreira
Extraído da net.

 


publicado por Fisga às 09:00
link do post | comentar | favorito
|
31 comentários:
De MBeirão a 13 de Abril de 2009 às 15:15
E em cada degrau mal subido pode ser a morte do artista!!!


De Fisga a 13 de Abril de 2009 às 16:22
Olá miguel. Essa é uma grande verdade amigo. Um grande abraço. Eduardo.


De Emanuela a 14 de Abril de 2009 às 03:14
Oi amigo,bonito o poema e apaixonado o tema... Ficou muito bonito o post!
Um beijinho


De Fisga a 14 de Abril de 2009 às 18:53
OI amiga. Muito obrigado por vires. E obrigado pelo elogio. Eu também achei que ficava bem, por isso é que fiz assim. Sabes que são dois génios, um na poesia e outro a cantar. Beijinho Eduardo


De *FreeStyle* a 14 de Abril de 2009 às 06:33
"Vida é"


É solidão e raiva
É Amor e canções
É vinho e alegria
É transito intenso
É chuva que cái
É suor e sangue
É silêncio e noite
É gente que passa
É televisão
É cinema e casa
É telejornal
É politica e máfia
É filosofia e literatura
É o quadro da escola
É droga leve
É medo e frio
É murros na cara
És tu que me faltas
É eu que te invento
É sexo e dor
É viagens por fazer
É listas de espera
É nós que esperamos
É tu que me procuras
É eu que te sinto

Vida é.....

Tudo de tudo....o que quiseres que eu escreva.





Abraço Amigo Eduardo


De Fisga a 14 de Abril de 2009 às 18:59
EI Compadi , e isso não é muito para um home só? Obrigado por vires, és sempre bem vindo, e obrigado por me lembrares de tudo isso que nos aparece na escada, e até em casa. Gostei da parafernália. Um grande abraço Eduardo.


De TiBéu ( Isa) a 14 de Abril de 2009 às 13:53
tgtg.jpgBom dia e boa semana. bj


De Fisga a 14 de Abril de 2009 às 19:05
Obrigado minha amiga Tibéu , por teres vindo, és uma querida. beijinho Eduardo.


De Just Moments a 15 de Abril de 2009 às 00:21
Olá Amigo!!

..belo texto!
eu prefiro ir step by step!!

e mesmo assim..por vezes tenho de descer dois para subir um!!

Beijos e boa noite


De Fisga a 15 de Abril de 2009 às 15:48
Ó amiga: Isso só significa que está a viver a vida com a racionalidade que se impõe. A vida é mesmo feita de avanços e recuos. Parabéns por isso. Beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 15 de Abril de 2009 às 09:47
A vida é tal como o poeta a descreve. nem mais isto
ou aquilo - apenas isso!

Obrigada por transcreveres o poema.

Beijos,

Maria Luísa


De Fisga a 15 de Abril de 2009 às 15:58
Olá amiga. Maria Luísa. Não me agradeças, é com um prazer imenso que eu comento os teus poemas. Este poema à semelhança dos outros está muito bonito, promete acredita. Beijinhos Eduardo.


De M.Luísa Adães a 15 de Abril de 2009 às 17:01
Eduardo

Sinto o teu sentir, cheio de bondade e amor ao próximo.

Bºs, Mª. Luísa


De Fisga a 16 de Abril de 2009 às 17:26
Olá amiga Luísa. Obrigado por me compreenderes, é tal como dizes, amor ao próximo. Beijinho Para ti e melhoras. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 16 de Abril de 2009 às 20:52
Eduardo

Para se ter amor ao próximo não é necessário
acreditar em Deus, mas tu sabes "Eu creio em Deus
Pai todo poderoso, criador de vCéu e da Terra".
Eu sou como sou, tu és como és!
E somos amigos!

Beijos,

Maria Luísa


De Fisga a 17 de Abril de 2009 às 19:17
OLÁ AMIGA LUÍSA. Somos amigos e não há nada nem ninguém que consiga que nós deixemos de ser amigos enquanto nos respeitarmos um ao outro. Porque o respeito é o pilar principal de toda a união e amizade entre as pessoas. Com o respeito como base tudo se tem se o respeito falta, tudo está comprometido. Beijinho amiga. Espero que estejas melhor. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 18 de Abril de 2009 às 12:45
Eduardo

De acordo, sem o respeito não há amizade, não há nada!

Estou melhor.

Bºs, Mª. Luísa


De Fisga a 18 de Abril de 2009 às 20:09
Obrigado pela notícia, amiga beijinho e bom fim de semana. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 19 de Abril de 2009 às 10:38
Eduardo

Bom dia meu amigo; hoje já te cumprimentei - foi uma honra, encontrar o meu amigo!
Bom Domingo,

beijos,

Mª. Luísa

p.s. que é feito da Maria João? Não sei nada dela! Se
sabes, dá noticias!


De Fisga a 19 de Abril de 2009 às 12:07
Olá amiga Luísa. Bom dia para ti também, e um bom Domingo. Olha amiga: A João, está muito doente, e como isso não fosse o suficiente, ainda não tem ninguém que lhe dê apoio. Eu falei com ela pelo telefone ontem, e quase não se percebe o que ela diz, de tão fraquinha que está. Ela disse -me que lhe diagnosticaram uma infecção no sangue. Mas medicaram-na e mandaram-na para casa, depois quando conseguiu que uma amiga lhe fosse aviar as receitas, na farmácia puseram um entrave qualquer, e não lhe venderam o medicamento. Quando eu falei com ela, estava à espera que uma amiga fosse a outra farmácia a ver se lhe vendiam o medicamento. Ontem mesmo a editora dela escreveu um comunicado no blog da João, no poetaporkdeusker , a dizer sobre o estado dela, ela está mesmo muito mal. Beijinho amiga Luísa, e as tuas melhoras. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 19 de Abril de 2009 às 20:01
Eduardo

Estou muito preocupada com a nossa amiga, Mª. João.
Que se pode fazer? Dá uma ajuda e conta comigo, não a podemos abandonar! Vai sabendo o que se passa e o que é necessário, ela não pode desaparecer das nossas vidas.
Eduardo, ajuda-me nesta preocupação; faz alguma
coisa, vai lá a casa e conta comigo. Responde-me, por
favor.

Beijos,

Mª. Luísa


De Fisga a 20 de Abril de 2009 às 11:55
Olá amiga Luísa. É assim: Eu hoje vou-lhe telefonar saber como ela está e no caso de ela continuar mal como estava no sábado, eu vou-lhe pedir a direcção dela e vou lá a casa ver o que é possível fazer. Eu depois digo-te algo sobre o que se passa. Beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 20 de Abril de 2009 às 20:40
Eduardo

Faz isso que dizes; vê por ti o que é necessário fazer.
Espero noticias.

Beijos,

Mª. Luísa


De linhaseletras a 15 de Abril de 2009 às 14:56
Belo poema dum grande Poeta Português , e a vida é mesmo uma escada, e sempre em caracol, que para chegarmos onde queremos temos de dar tanta volta!Por isso muitos não se querem cansar e desistem no meio.
SR. Eduardo tem tido algum contacto com a Maria João? Parece que ela está com graves problemas de saúde e não só, a vida para ela não tem sido nada meiga!
Ela está a escrever o Prefácio do meu livro, mas agora parece que as coisas se complicaram demais, eu já pensei em ir lá mas não sei como fazer, e não deve ser fácil , agora sem NET ainda vai ser pior.
Tenho muita pena dela, ainda há pessoas a quem a vida maltrata bastante.
Até logo


De Fisga a 15 de Abril de 2009 às 15:52
Olá da. Idalina. Obrigado por vir. E obrigado pelo elogio. Eu também gosto muito dele, Embora eu seja suspeito para falar de quem gosto, porque eu sou poético dependente. Boa tarde e bom descanso. Eduardo.


De MIGUXA a 16 de Abril de 2009 às 18:24
A vida é como algém disse uma montanha russa, quanto mais alto sobes, mais fundo podes cair...mas, se não arriscas...não petiscas...E a queda vertiginosa na montanha russa pode ser algo de supremo...radical...

Beijinho
Margarida


De Fisga a 16 de Abril de 2009 às 18:45
Olá amiga Margarida. Obrigado por vir ao local do nosso encontro, onde sempre será estimada, acarinhada e respeitada. Quanto à montanha Russa, e ao ser suprema a sensação da queda, eu que diga. como é. O nosso grande prazer, não é no ato, é após, o mesmo, temos logo vontade de repetir, porque a primeira vez é só para provar. Obrigado amiga. Um beijinho Eduardo.


De maripossa a 16 de Abril de 2009 às 22:11
Amigo Eduardo. Pois como gostou do poeta,e ao qual pode ler e ver à vontade,se gostar de postar igual,aqui vai o link de amizade para um amigo especial. Beijinho de amizade Lisa

http://www.jornaldepoesia.jor.br/bilac.html


De Fisga a 17 de Abril de 2009 às 19:30
Olá amiga Lisa. Agora já abriu. Agradeço-lhe do coração, porque eu parece que tendo poesia para ler, nem tenho fome. Amiga eu por respeito a nós os dois, não vou publicar nada dele agora. Mas vou passar umas horinhas boas a deliciar-me com as poesias dele. Eu deliro a ler boa poesia. Isto são taras minha amiga: Eu não aprendi a dançar porque me digladiava a ver dançar, e agora não tento escrever nada de caris poético porque me regalo a ler poesia nos blogs. e onde a encontro. Mais uma vez obrigado Amiga. Beijinhos Eduardo.


De TiBéu ( Isa) a 17 de Abril de 2009 às 08:55
Bom dia doce59.gifbeijinho


De Fisga a 17 de Abril de 2009 às 19:35
Ó minha amiga. Com todo o respeito, eu não me lembro de outro termo que não seja este: Tu és um amor. Respondes a um comentário com um presente singelo, e lindo. Obrigado Um beijinho Eduardo.


Comentar post

.quem sou eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 40 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arca_animais-micros...

.arquivos

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

.Visitas

 

.arca_animais-micros...

SAPO Blogs

.subscrever feeds