Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2013

JANEIRO DE 2013


A Caixa de pandora.
Ano Novo, vida nova. É suposto que a vida nova, seja mais risonha que a vida velha. Só que a vida nova, desde há uns bons/maus anos a esta parte é sistematicamente menos risonha do que a vida velha, ou seja: o ano novo, é sempre pior que o ano velho. Agora temos os duodécimos, para resolver. O que será que impede, uma operação destas, que eu aprendi, na minha terceira classe? Será que é uma operação matemática, que já não fás parte do programa escolar catual? Ou será que É para acabar de dar cabo dos nervos às pessoas que cada vez sabem menos quanto vão receber para o mês que bem?
Isto, não é querer saber da vida dos outros, ou das finanças dos outros. É apenas, e no meu caso particular só para saber quando é que eu tenho que começar a trabalhar de turnos, sim porque com este tipo de vida vai aumentar assustadoramente o número de pessoas que vão passar a trabalhar de noite. Porque se de noite é perigoso, de dia é mais perigoso ainda. Já que ainda não há licença, para execução de trabalhos á margem da lei E mesmo assim, já se nota bem o aumento dos que arriscam a pele, para conseguir mais alguns cêntimos. Sim alguns cêntimos, porque os que como eu vão agora entrar nesse mercado, são completamente principiantes, e esses vão ter dificuldades acrescidas.
Enfim: Mal de quem fás parte da cadeia alimentar.

publicado por Fisga às 18:59
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 29 de Dezembro de 2007

despedida de 2007

DESPEDIDA DE 2007

Vou despedir-me de 2007, para sempre. E dos meus amigos, até aos primeiros dias de 2008 pois já se nota um pouco por todo o lado, a azáfama de um forrobodó que é anual, porque se aproximou e passou o Natal e o ano novo está a estalar. Não sou fã destes festejos pois acho que o Natal devia estar todos os dias no espírito de todos e cada um de nós. Faço-o com votos de muitas felicidades até mesmo para os que se vêm obrigados a afogar-se em lágrimas) Precisamente porque os homens não querem que seja Natal todos os dias. Desejo muito particularmente as mesmas felicidades para todas as pessoas que de algum modo me são queridas por linha sanguínea ou por pura amizade e ainda para aquelas pessoas que não as conhecendo nutro por elas alguma admiração. Por razões que não importam para aqui agora. Quero deixar aqui patentes os meus votos de que o 2008 que se avizinha seja no mínimo igual ao 2007. Se por acréscimo vier algo mais de bom é sempre bem-vindo, para pior já basta assim. Para todos, o meu ADEUS.

-----------------------------------------------------------------------------------------

VAI-TE EMBORA ANO VELHO E LEVA CONTIGO OS BARÕES

OS ALDRBÕES E OS VENDILHÕES E OUTROS TERMINADOS EM ÕES. QUE NOS ROUBAM OS TOSTÕES.

DÁ O LUGAR AO ANO NOVO, E QUE ELE VANHA PARA NOS SEVIR, E QUE ENSINE AO MUNDO TODO AS CONTAS DE DIVIDIR.


publicado por Fisga às 17:25
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

.quem sou eu

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. JANEIRO DE 2013

. despedida de 2007

.arca_animais-micros...

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

.Visitas

 

.arca_animais-micros...

blogs SAPO

.subscrever feeds