Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2007

O AMOR AO BELO

ESTE HINO É PARA ELA

Eu nunca antes falei dela porque ela para mim é quase como um Ídolo, e dos Ídolos é difícil falar-se, porque o valor de um Ídolo não é quantificável e nem qualificável por qualquer pessoa e não é fácil discutir um Ídolo. Os Ídolos são apenas e só para os Idólatras discutirem, Ídolos para nós podem ser os nossos próprios pais. A quem só cada um de nós sabe dar o valor. Mas Os ídolos podem também tornar-se no nosso ópio. Sejam eles quem forem. Mas hoje estou particularmente sensível e apetece-me falar dela, e tudo isto porque nunca a Idolatrei mas sempre a amei. Mesmo sabendo que ela não me ama. Mas eu nunca deixaria de a amar por isso, e também não me sinto envergonhado porque de amores não correspondidos está o mundo cheio, e nem por isso ele já acabou. Também não é porque seja destituída de alma porque tem uma alma do tamanho do mundo. Mas ninguém tem a capacidade de escolher quem ama. O coração é quem decide Eu amo-a só e apenas porque ela é de uma beleza inigualável. Ela é quente, é fria, é dócil, é amarga, é calculista, é acusadora, é defensora, em suma é refúgio de tantas almas penadas que vagueiam por este mundo. E é por isso que eu a amo. Não! Não estou a referir-me à morte, nem à vida, embora eu seja um apaixonado também por ela. Estou a referir-me à Poesia eu não sou e nem nunca serei Poeta, mas os Poetas fazem a minha admiração, (porque eles são mais altos que os homens), e por esse motivo também há homens não perdoam aos Poetas. FLORBELA ESPANCA.

 


publicado por Fisga às 11:25
link do post | favorito
De Emanuela a 9 de Dezembro de 2007 às 21:38
Teu texto criou em mim uma expectativa incrível... Fiquei logo agoniada por saber a quem dirigias ainda tão louco e belo amor.
Um beijo, meu amigo, e parabéns pela tua criatividade!


De Fisga a 10 de Dezembro de 2007 às 13:10
Obrigado pela força que com tanto carinho me dás sempre. mas eu apenas vou transpondo para a tela algo que já está escrito há 45 a 50 anos. porque pressinto que a minha estadia deve estar a terminar, apeteceu-me fazer algumas arrumações e dar vida ao conteúdo de uns quantos papeis que já estão amarelos pelos anos. Eu sei que 40 anos depois as mentalidades, já mudaram e felizmente para melhor, e por isso muitas coisas terão perdido o sentido, mas elas são o fruto dos meus sonhos e da minha imaginação de menino com 20--25 anos de idade, e como eu disse no começo do blog, não me irei dirigir a ninguém e irei escrever o que me apetecer, tendo o cuidado de respeitar sempre a tela porque esta é publica. um beijinho.


De Emanuela a 10 de Dezembro de 2007 às 23:40
Se são escritos antigos com tanto sentimento, tornam-se ainda mais belos, pois mostra que com uma experiência menor de vida, já possuias sabedoria e encantamento.
Quanto ao teu tempo de permanência entre nós, é bonita esta forma de preparar-se para uma outra vida, ainda que ela possa demorar a chegar, porque és ainda bem jovem...
E quanto á escrita no blog, é desta forma que também o faço: escrevo para aqueles que se interessarem em ler o que vai no meu coração, falando do tema que me apetecer no momento , procurando sempre respeitar os outros.
Então, temos muitas coisas em comum. Certamente por isto é que nos damos tão bem.
Um beijinho, meu amigo.


De Fisga a 11 de Dezembro de 2007 às 14:07
Olha Imanuela : Uma das coisas que nós temos em comum, é gostar-mos do Brasil. Tu tens como razão o facto de seres Brasileira, o que é suficientemente forte, eu, só conheço o Brasil da Tv. nos canais, História, Odisseia, National geográfique e de algumas novelas, tais como o pantanal e seus pantaneiros , o rei do gado, a cabocla, e outras que deu mais cedo, a Gabriela, o casarão e tantas outras que já não guardo o seu nome mas guardo a sua história. também tenho na memória partes da história dos sem terra e outras, que guardo com muito carinho e amor. Não diria isto na tua cara, mas assim digo-te, a História dos sem terra já me fizeram verter muitas lágrimas, É assim que eu conheço o Brasil. E admito que tenha aqui alguma utopia pelo meio, mas eu sei dar o desconto. para mim o Brasil é a Natureza em toda a sua essência e beleza, E eu gostaria de viver até à data em que o homem coabite pacificamente com todo o tipo de animais independentemente da sua ferocidade, e sem restrições, porque acredito que um dia isso vai acontecer. É por isto e também pelas suas gentes que eu vivo apaixonadíssimo pelo Brasil. E tudo isto sem falar nas suas famosas praias, e clima. um grande beijinho minha amiga.


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.quem sou eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 43 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arquivos

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds