Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007

SONHO DOURADO (Continuação)

SONHO DOURADO II

CONTINUAÇÃO

Impossível: tudo me era vedado, por isso foi muito bom ter sonhado. Só assim eu te pude ter e contemplar, ter a ilusão de te amar e de ser por ti amado. Fiquei de tal modo emocionado com o teu esplendor e o teu inegável encanto e essa beleza tua, que quando te vi toda nua e senti o teu calor, fiquei extasiado de espanto. Não fiques envergonhada ou a pensar, que se perdeu o encanto, ou a alegria, porque eu continuo a amar-te sempre, e tanto com no primeiro dia, e com a mesma força e alegria. Por ti terei sempre cada vez mais carinho para mim tu serás sempre a rainha, a mais bela e a mais pura. Amar-te-ei mais ainda se vieres na noite escura. Tu sabes que és detentora de tudo o que é segredo, de noite tu és sempre a mais respeitada, ninguém ousa perguntar-te nada, todos sabem que tu não és traidora, o teu fim é apenas o de contemplar, não vês em nada nenhum mal, mostras-te e deixas-te amar. E continuas sempre igual, manténs sempre a mesma indiferença, Na tua observação incessante, és a cúmplice, a companheira mesmo que distante. Calas o segredo do ladrão, do assassino e do amante, manténs sempre a mesma ternura, mesmo se alguém te censura, mas estás sempre vigilante. Do alto do teu pedestal, controlas a natureza, com toda a tua nobreza, dás luz para toda a rua, não usas manto real, mas todo o mundo te obedece, nada nasce e nada cresce, sem ajuda de sua alteza. A LUA. *

 


publicado por Fisga às 10:53
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Emanuela a 12 de Dezembro de 2007 às 01:25
É meu amigo, tens te revelado um doce poeta. Crias uma expectativa, que sempre satisfazes de forma surpreendente.
Linda, esta paixão revelada.
Um beijinho, cheio de luz...da Lua!


De Fisga a 12 de Dezembro de 2007 às 10:58
Só o teu carinho para comigo me faz descobrir ou concluir que, coisas que eu dava como sem qualquer valor ainda valem algo. Obrigado minha querida amiga. É verdade eu tive algumas grandes paixões, infantis, outras nem tanto, que se desvaneceram quase todas como o fumo. Hoje são poucas as que guardo mas essas poucas são muito belas. Futuras paixões não as há, presentemente a minha divisa pauta-se por um grande amor à Natureza, à vida e ás ciosas belas que ela encerra, preso muito algumas poucas, amizades muito sinceras. Não passo de um Sancho Pança em busca de uma Dulcineia imaginária. Mas vivo com muita paz de espírito e isso realiza-me como ser humano. Um beijinho e felicidades em todas as horas da tua vida.


De Fisga a 12 de Dezembro de 2007 às 21:06
(RESSALVA). NO COMENTÁRIO ANTERIOR, ONDE EU DIGO SANCHO PANÇA, EU QUIS DIZER DOM QUIXOTE DE LÁ MANCHE. PERDÃO.


De Emanuela a 13 de Dezembro de 2007 às 00:44
Paixões, mesmo aquelas mais infantis, são sempre maravilhosas, porque nos põe vivos, animados, a fazer planos e ter expectativas.
Percebo, não só em mim, como em pessoas com quem convivo, que o passar dos anos nos faze ter outros valores, outros prazeres... Algumas pessoas atingem uma plenitude, outras, jamais.
Gosto de sentir em ti uma certa paz de espírito sim, mas ainda algumas coisas que te fazem falar com paixão. Espero que consigas mantê-las por muito tempo. É isto o que nos implusiona a querer viver, com qualidade de vida.
Um beijo, meu amigo, com muito carinho e que o Dom Quixote jamais morra em ti.


De Fisga a 13 de Dezembro de 2007 às 09:32
Nem o D. Quixote nem outras referencias que me movem e me animam todos os dias da minha vida, eu estou-me preparando, sei que a hora não pode estar longe, mas faço-o em plena consciência, em pás de espírito, e tranquilo, porque felizmente a minha consciência não me levanta o dedo a acusar-me seja do que for. porque também é para ela que vão as minhas primeiras atenções, pois só estando de bem com ela eu posso estar de bem com o mundo
e comigo. um beijinho muito grande minha amiga.


Comentar post

.quem sou eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 40 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arquivos

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

. Letras de canções -Lança ...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds