Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

E ASSIM SE PASSA UMA VIDA

 

 

A MINHA PAIXÃO
Eu nasci apaixonado, por algo desconhecido,
Logo fiquei comprometido pró resto da minha, vida.
E até à minha partida Irei cumprir o meu destino,
 Que perfilhei de pequenino e que prometi honrar,
E o que mais posso esperar, se assim nasci mal fadado,
E assim irei continuar até que seja finado.
No dia do meu enterro, todos dirão foi um erro,
Viver assim amarrado Procurou até ao fim
Numa busca sem sentido, sem nada ter conseguido
No meio do desconhecido, e assim se deu o desenlace
O seu destino foi efémero mas se vivesse mais um, milénio,
Por mais que se arrastasse, por mais que ele  andasse,
Nunca teria o meu prémio.
Autor Eduardo Gonçalves.
Imagem tirada da Net.

 


publicado por Fisga às 22:45
link do post | comentar | ver comentários (33) | favorito

ASSIM VAI O PAÍS

 

 

Olá Amiga Just moment
http://justmoments.blogs.sapo.pt/
Olha Amiga. Tal como pedes, aqui fica, o teu pedido satisfeito. Mas quero dizer-te qual é o meu ponto de vista. Ter vergonha só da justiça, é tão pouco, que não dá para nada.
Eu tenho vergonha de. Eu tenho vergonha de todos quantos neste momento, têm alguma influência nos destinos deste país, até os que revelam  algo, só falam para ver se arrastam alguém com eles, e é só quando já se vêm perdidos, Caso do director B: P: N: E não só. Caso Casa Pia. Caso da menina Russa. E tantos outros. E agora começou campanha, é velos parecem galifões, assaltantes mascarados, para não serem conhecidos. Mas para mim, já estão todos apresentados, quem não os conheça, que os compre. Aqui vão os links. Para quem for curioso e goste de saber o que se passa.
www.peticao.com.pt/alexandra
 
www.xaninhanossa.blogspot.com/
 
sic.aeiou.pt/online/video/informacao/noticias-pais/2009/5/caso-alexandra.htm
 
Apesar de tudo, ainda há Gente boa. Graças à carolice de algumas pessoas comemora-se hoje e pela primeira vez O dia mundial da Esclerose Múltipla. Com Alguns eventos também em Portugal. Parabéns para as pessoas que se empenharam neste evento.

 


publicado por Fisga às 15:58
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
Terça-feira, 26 de Maio de 2009

RECORDAÇÃO.

DE UMA GRANDE AMIGA ROSA SILVA

Caríssimo Eduardo: Se estivesse aqui presente, Notaria, certamente, No olhar largo sorriso E neste breve improviso Uma lágrima de alegria Também marcava este dia.
Caríssimo Eduardo: Se estivesse aqui presente, Notaria, certamente, No olhar largo sorriso E neste breve improviso Uma lágrima de alegria Também marcava este dia.
É lindo seu comentário, Que expôs no meu diário: É um poema sincero Que do coração venera! À sua disposição Fico em qualquer estação. A nossa ilha Terceira, Que é festiva e toureira, Aguarda a sua visita...
Olhe que ela é bem bonita, Qualquer dia da semana, A rima jamais engana! Tem o Céu madrugador, Tem o Mar, ondas de amor, E a Terra em verde canta Os hinos que o Ar levanta, E tem as mais belas cores Naturais destes Açores.
Eu vou guardar com carinho, O que alegrou meu caminho: Na frase de sua lavra, Da ternura da palavra, Que lembra o progenitor Que me deu tanto valor.
E peço que também guarde Esta sextilha que arde Nos versos da minha estima Com a doçura da rima:
Eduardo do Continente No coração está presente. Um abraço apertado Rosa Maria "
«Não sei como homenagear, esta grande mulher. Que até consegue cantar, esta crise que ninguém quer.
 
 
 
E não sabemos ainda, se ela vai passar um dia Mas esta poesia linda, Faz da tristeza alegria.
 
«Não sei como homenagear, esta grande mulher. Que até consegue cantar, esta crise que ninguém quer.
 
Ó amiga Rosa, Abençoada a semente, que um dia o seu progenitor pôs na terra. Parabéns. E um grande abraço. Eduardo.»"
 

 

música: http://www.youtube.com/watch?v=VSeEq5PLsYM

publicado por Fisga às 13:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 24 de Maio de 2009

UMA HISTÓRIA DE ENCANTAR

 

 

Uma História de espantar
 
A História que eu vou contar,
Vai vocês fazer pasmar,
Talvez por alguns instantes.
Pois vai ficar-vos na memória
Por eu gostar de picantes
Para apimentar a História.
O que eu vos vou contar,
É uma História de espantar,
Vão ficar admirados,
Pelo menos por momentos.
O que eu consegui sentir,
Pensava já não existir,
Como existiu noutros tempos.
 
Eu e ela descobrimos,
Que afinal ainda sentimos,
Algo de gostoso e belo.
Aconteceu ontem à tarde,
Porque o fogo ainda arde,
Dentro do nosso Castelo.
 
 Muito me surpreendeu,
Aquilo que aconteceu,
Só mesmo entre nós dois.
Começamos a brincar,
E mesmo sem esperar,
O Fogo estalou depois.
 
Eu próprio não estava à espera,
Que em plena Primavera,
Disparasse um tal calor,
Que antes tinha outro nome,
Que nós lhe chamamos ainda,
Mas na nova ortografia,
Chamam-lhe fazer amor.
 
O nome dela tem três letras,
E deixem-se lá de tretas,
Eu posso chamar-lhe mão,
Que é um nome perfeito.
O que vocês querem saber,
Eu não vos vou responder,
Porque vos tenho respeito.
 
Mas juro que foi verdade,
Esta História acontecer,
Quando eu menos esperava,
Foi real o tudo ou nada,
Mesmo sozinho onde estava,
Até fiquei todo a tremer.
 
Depois de noite até sonhei,
Que com ela me encontrei,
E estivemos a falar uns tempos,
Confirmou-me que foi bom,
E que também não esperava,
Que essa sensação se dava,
Apenas por pensamento.
 
Mas a vida segue em frente,
Ela é minha confidente,
E eu confidente dela.
Mas o que se passou entre nós dois,
Já faz parte do depois,
E Não se vai falar mais nela.
 
Juramos fazer de conta,
Que tudo o que aconteceu,
Ela merece e eu mereço.
Mas não me perguntem quem é,
Eu posso jurar até,
Que nem sequer a conheço.
 
 
 
 
 
 
 

 


publicado por Fisga às 09:39
link do post | comentar | ver comentários (50) | favorito
Domingo, 17 de Maio de 2009

MUITO ESPECIAL PARA MIM

A TODAS AS PESSOAS, QUE ESTIVERAM COMIGO NO DIA 15, E QUE EU NÃO MENCIONEI NO BLOG PUBLICAMENTE, QUERO PEDIR DESCULPAS POR ISSO, E DIZER QUE NÃO SE TRATOU DE QUALQUER DIFERENCIAÇÃO, APENAS DE UM CONJUNTO DE SITUAÇÕES QUE EU NÃO ESPERAVA. ENTRE ELAS O VOLUME DE PESSOAS QUE SE JUNTARAM A MIM ATRAVÉS DE MENSAGENS, E MANIFESTAÇÕES DE AMIZADE, QUE SE FORAM VERIFICANDO DESDE O DIA 15 ATÉ AO DIA 17. FOI PARA MIM UMA GRANDE SURPRESA. DAÍ A RAZÃO DE EU TER DESISTIDO DE AGRADECER PERSONALISADAMENTE A CADA UM, EM VEZ DE UM AGRADECIMENTO COLECTIVO COMO FAÇO AGORA AQUI. Desejo para todos as maiores das felicidades e o meu maior carinho e amizade para todos. Um grande e apertado abraço para todos

OBRIGADO. Eduardo Gonçalves.

 


publicado por Fisga às 19:31
link do post | comentar | ver comentários (63) | favorito

MUITO IMPORTANTE PARA MIM

 

De Azoriana a 15 de Maio de 2009 às 17:14
Ao meu comentador assíduo, e amigo, com um grito de Parabéns!

15/05/2009

Parabéns lhe dou na data,
Que se impõe vir de gravata,
Para os anos festejar;
Se for firme a despedida
Fico eu muito sentida:
Prometa que irá voltar.

Hoje é um dia de festa,
E o "Fisga" já se apresta,
Para a comemoração:
Se reúnem os amigos
Dos mais novos e antigos
Cantando em ovação.

Eduardo nos visita,
Sua amizade é bonita
E nos dá bom incentivo.
Não nos deixes, por favor,
Volta com muito fervor
Neste dia tão festivo.

Da amiga da Terceira
Nesta prenda verdadeira
Manda um abraço apertado.
P'ra ilha do gado bravo
Levo esse lindo cravo
E que Deus fique a teu lado.

Rosa Maria

AMIGA desculpa publicar sem tua  

Autorosação mas eu sei que não levas a mal.

BEIJINHO:

.


publicado por Fisga às 15:29
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

MUITO ESPECIAL PARA MIM

 

 

Esta prenda foi-me enviada por uma grande amiga
Maria                         http://blablaba.blogs.sapo.pt/
Como prenda dos meus 73 anos, A quem agradeço do
coração o carinho demonstrado. Muito obrigado Amiga Maria.
Um beijo Eduardo.

 


publicado por Fisga às 15:23
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sábado, 16 de Maio de 2009

MUITO ESPECIAL PARA MIM:

 

 

PRESENTE DE ANOS. 15/05/2009
De uma amiga muito especial, e muito querida.
http://chicailheu.blogs.sapo.pt/ 
Por quem tenho grande admiração, Carinho e respeito. Obrigada amiga. O meu beijinho Para ti, e desejos de boas e rápidas melhoras. Teu AMIGO DO PEITO Eduardo Gonçalves

 


publicado por Fisga às 09:31
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Quarta-feira, 13 de Maio de 2009

ATÉ MAIS LOGO

SOU EU MESMO
A todos os meus amigo, a quem eu sempre escrevi com letra muito grande E a um a quem eu cheguei a escrever com letra grande a agora nem com letra muito pequenina eu escrevo. Quero pedir desculpa por esta minha atitude, porque é com lágrimas que a tomei, mas só podia ser assim. Vou comunicar-vos que vou parar com o meu blug. Por tempo indeterminado até que quem esteve na origem desta tomada de posição se mostre à luz do dia desfazendo algumas dúvidas que possa ficar em alguns amigos. Fruto da minha atitude. Há um ditado que diz: O criminoso, volta sempre ao local do crime, é isso que eu espero. Sempre que eu possa, vou dando noticias minhas com letras bem grandes hás minhas grandes amizades e que são uma muito grande maioria percentual. E àqueles amigos a quem eu hipoteticamente, possa ter ofendido, quero dizer que nunca o pretendi  fazer, terão sido apenas alguns momentos  menos felizes  da minha parte, e sempre isentos de propósito de ofender, que são inerentes ao ser humano.  A esses, quero pedir as minhas desculpas, e dizer-lhe que nunca me desviei daquilo que foi sempre a minha divisa. Respeitar para ser respeitado. Fica aqui, sem ter em linha de conta qualquer ordem alfabética, os nomes de alguns amigos muito, mas muito especiais a quem peço desculpas porque não merecem esta minha atitude, mas que me pareceu não poder ser outra neste momento: Maria João Um beijinho Para ti e desejo de melhoras – Maria Chica um grande beijinho pati e desejo de  melhoras – Freestyle – Estrelinha – Tibéu – Margarida – Luísa Maldonado – Ana – Rosa Fogo – Rosa – Lisa -  . E vou certamente arrepender-me de não mencionar outros nomes, de que me não lembro agora. Ma as pessoas sabem quem são e o carinho com que eu as tratava e tratarei sempre, porque são merecedoras do meu respeito. Vou enviar uma lembrança, minha que pode ser guardada, por quem o desejar fazer. Beijinhos e abraços pata todos até qualquer dia. Eduardo Gonçalves.

 


publicado por Fisga às 11:42
link do post | comentar | ver comentários (50) | favorito
Sábado, 9 de Maio de 2009

MAXIMAS

JÁ LÁ DIZIA
Hoje apeteceu-me escrever umas máximas que já o meu falecido avô materno as contava. Uma delas era esta:
Você sabia, que morrer com dignidade não é morrer de pé. Morrer com dignidade, é abrir os braços para a morte e recebe-la como se de uma/um amante se tratasse?
Que um banco, é uma instituição que empresta chapéus de chuva no verão e reclama-os no inverno?
 Que vale mais o ter de quem sabe, do que o saber de quem tem?
Há amigos que são pouco chegados, e há pessoas chegadas que são pouco amigas. Há amigos que são pouco desejados, e há desejados que são pouco amigos? Há amigos com quem eu bebo, cuja amizade não vale a pena, e há amigos a quem eu escrevo mesmo com letra pequena. 
Mais vale cantar mal, do que chorar bem. Autor. Edduardo fisga )
A verdade, é uma constatação, e a mentira uma invenção, só as grandes invenções fazem o mundo avançar. (Autor Fisga)
Os amigos são coisa séria. Quem os não tem, triste fadário. Não ter amigos é viver na miséria, mesmo que se seja milionário.

 


publicado por Fisga às 19:18
link do post | comentar | ver comentários (41) | favorito
Quinta-feira, 7 de Maio de 2009

O SONHO

 

O SONHO DOURADO
Tantas noites sonhei contigo,
O mesmo sonho embriagante,
E nesses sonhos, fui teu companheiro,
Teu amigo e fui teu amante.
 
Fui por ti abraçado, e enleado,
Foi um sonho de verdade,
Porque foi bem conseguido,
Foi vivido e muito sentido,
Mais do que se fosse realidade.
 
Fui por ti enleado,
Os corpos quais laços apertados,
Com tanta ternura e amor,
E tanta sensualidade,
Que se fosse uma realidade,
 Não teria mais esplendor.
 
Ó! Meu deus como foi bom,
Ter-te amado assim a sonhar,
Porque só em sonho eu tive o dom,
De tanto e assim te poder amar.
 
E como fomos felizes por instantes,
Como foi bela essa fantasia,
Como só em sonho aconteceu um dia,
Nós poder-mos ser amantes.
 
Mas foi bom eu ter sonhado,
Ter-te tido e ter-te amado,
Por tanto em ti ter pensado,
Sempre que te via da janela,
Ou da rua mas sempre distante,
E nunca ao meu lado,
Porque a distância a isso impunha,
Mas Deus é testemunha,
Que eu sempre te quis amar,
Sempre te quis conhecer,
E sempre te quis beijar.
 
Tantas coisas que eu inventava,
Para ver se mais perto de ti conseguia ficar,
Mas tudo em vão,
E o meu pobre coração sempre a palpitar.
 
A! Como eu me irritava,
Quando de ti se falava,
E eu sem poder beijar-te, E abraçar-te,
Conhecer as tuas entranhas,
Penetrar nos teus mares,
E conhecer-te de corpo inteiro,  
saciar a minha curiosidade nos teus montes,
e ter a ilusão de ser o alvo, E ser para ti o primeiro.  
 
Impossível, tudo me era vedado,
E por isso foi muito bom, eu ter-te amado,
Só em sonho eu pude ter-te,
E contemplar-te, ter a ilusão de te amar,
E de ser por ti amado.
 
Fiquei de tal modo emocionado,
E conhecedor do teu encanto,
Porque te vi toda nua, e senti o teu calor,
Se eu não tivesse sonhado, nunca te teria amado,
E como é bom amar-te nua.
 
Não fiques a pensar, que perdi por ti a admiração,
Tu para mim terás sempre a mesma magia,
Por ti eu tenho cada vez mais carinho,
Tu para mim serás sempre a rainha,
Com toda a imponência e ternura,
Sentirei sempre a tua presença,
Até mesmo na noite escura,
Porque tu és a detentora de todo o segredo,
na noite és por todos respeitada,
Ninguém ousa perguntar-te nada,
Porque tu não és traidora, Só queres contemplar,
não conheces em nada o mal,
Amas e fazes-te amar, e continuas sempre igual,
Manténs sempre a mesma indiferença,
ante a tua observação distante,
És mãe, amiga e amante.
 
Calas o segredo do ladrão,
do assassino e do amante.
Manténs sempre a ternura,
mesmo para quem te censura,
estás sempre vigilante.
 
Controlas a natureza,
Sem nada pedires em troca.
Grande é a tua nobreza,
Não usas manto real,
mas tudo te obedece,
nada nasce e nada cresce,
sem a ajuda de sua alteza: (A LUA)
 Autor Eduardo Gonçalves. (fisga)

publicado por Fisga às 22:00
link do post | comentar | ver comentários (31) | favorito
Terça-feira, 5 de Maio de 2009

O FADO DE CADA UM

 

 A  CIGANA LEU-ME SINA
Em 1936, a meio do mês mais florido,
Veio ao mundo um individuo,
Por má fada apadrinhado,
E para cumprir o seu fado,
Toda a vida tem sofrido.
 
Não foi bebé nem menino,
Antes ou depois de nado,
E sem festa lhe terem dado,
 Nem no mês mais florido.
 
Seria melhor não ter nascido,
Assim não haveria morte,
Quando com tão má sorte,
Vem ao mundo um indivíduo.
 
Para quem não se sentiu amado
Ao longo de toda a vida,
Tem como dor mais sentida,
O facto de ter nascido,
Por má fada apadrinhado.
 
Foi garoto mal tratado,
Por gente… desconhecida,
E assim começou a vida,
Para cumprir o seu fado.
 
E sempre assim tem vivido,
A vida que lhe foi madrasta,
Neste mundo onde se arrasta,
E toda a vida tem sofrido.
 
Neste mundo conheceu de tudo,
Desde o frio até à fome,
E tem uma dor que o consome,
Que já lhe vem desde miúdo.
 
 Quem toda a vida sonhou,
Com o amor sem fronteiras,
Vivido de todas as maneiras,
Mas a sorte lho recusou.
 
O amor pela natureza,
Pela vida e as coisas belas,
Nunca passou de escapadelas,
De que só ficou a incerteza.
 
Enfim… nasceu de cara prá lua,
Acha-a admirável e bela,
Mas ela seria mais sua (amiga)
Se nascesse de cu virado para ela.
 
 
 
( Já o ditado diz, quando se tem sorte na vida, nasceu de cu virado Para a lua)
 
Viveu muitas horas pungentes,
Sempre com esperança no outro dia,
Eu não sei o que ele faria,
Para conseguir um dia,
Mudar o rumo ás correntes, ( da vida )
 
Por tanto ser infeliz,
Quantas vezes terá pensado,
Que vendia a alma ao diabo,
Por um resto de vida mais feliz.
 
Um homem em vida se enterra,
Com tantos tormentos passados,  
Porque o dono desta terra,
Tem filhos e enteados.
 
Quando se tem poder infinito,
E se quer o bem de toda a gente,
Depois se dá sorte diferente,
Desculpem, eu não acredito.
 
Só o facto de termos nascido,
Sem pedir p´ra vir ao mundo,
Já é motivo profundo,
Para se ser protegido.
 
 Sou contra legal exploração,
E contra os Deuses que castigam,
E que a tudo nos obrigam,
Em nome da salvação.
        Autor Eduardo Gonçalves.
( fisga )

publicado por Fisga às 05:00
link do post | comentar | ver comentários (18) | favorito
Domingo, 3 de Maio de 2009

DIA DA MÃE

A TODAS AS MÃES DO MUNDO 

 
 
 
 Para sempre
                          Klica aqui na figura.
 

 

Hoje é o dia de todas as MÃES. Sejam elas de que raça, de que cor, de religião, de País ou etnia, forem. Têm todo o dom sagrado, que só ao género feminino, foi concedido. Vivam todas as mães, pra todo o sempre. E recebam todas, este ramo de flores, e o meu beijinho, que com todo o carinho e amor, lhes ofereço.

publicado por Fisga às 05:00
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
Sábado, 2 de Maio de 2009

A oferta

Este simpático exemplar, Que nem por isso deixa de ser um urso. Foi oferecida muito gentilmente, a todos os amigos,  pela amiga, Just. Moment. http://justmoments.blogs.sapo.pt/ A quem em meu nome pessoal, agradeço pelo carinho e simpatia, e sabedoria, com que nos  conseguiu demover a dizer-lhe: Volta amiga, que estás perdoada. Obrigado e um beijinho Eduardo.
 

publicado por Fisga às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.quem sou eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 41 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arquivos

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds