Domingo, 9 de Março de 2008

RETALHOS DA MINHA VIDA

  

                                          

            HÁ MUITO TEMPO IIII  EPÍLOGO.

Claro que eu não via chegada a hora em que a minha tia me ia dizer que decisão tinha tomado, como ela não me dizia nada fui eu que perguntei: A tia já pensou o que vamos fazer e ela me respondeu meu menino se tu me voltas a falar neste assunto eu própria vou contar ao teu tio o que tu me disseste e depois eu não sei o que ele te irá fazer. Eu senti a sensação de me ter caído o firmamento sobre a cabeça fechei-me no meu casulo e não mais voltei a falar no assunto a ninguém. Aquele tratamento de choque que a minha tia me deu, não foi certamente o que ela gostaria de me dar, mas foi o que ela achou possível na hora porque ela já não sabia como lidar com um assunto que comessou numa brincadeira e que já estava a ser visto como assunto muito sério. Porque certamente aquilo que comessou por ser motivo de risada para todos acabou por ser uma terrível dor de cabeça para todos eles que já não sabiam como lidar com aquele complexo problema. Só talvez três ou quatro anos mais tarde foi possível falarmos todos do assunto quando eu já tinha uns 13 anos e aí tudo ficou esclarecido e desmistificado, porque aí já não foi difícil eu perceber a clara inconsequência de tal ideia e a evidencia da criancice que se tinha alojado na minha tão infantil cabecita.


publicado por Fisga às 14:46
link do post | favorito
Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.quem sou eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arquivos

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds