Segunda-feira, 25 de Agosto de 2008

A GENÉTICA

ENTÃO SERÁ MESMO VERDADE QUE O HOMEM DESCENDE DOMS MACACOS?


publicado por Fisga às 09:00
link do post | comentar | favorito
13 comentários:
De Maria João Brito de Sousa a 25 de Agosto de 2008 às 12:44
Bem... eu sempre me considerei uma neo-Darwinista e sempre acreditei firmemente na teoria da evolução das espécies, mas parece que este nosso amigo gorila não está muito de acordo com isso...
Um abraço amigo! Fizeram-me bem as imagens que publicaste!


De Fisga a 25 de Agosto de 2008 às 17:55
Olá amiga Maria João. Eu também não morria de amores por ele, acredito piamente em muitas das teorias dele para não dizer em todas. Quanto à evolução das espécies, se nós formos ver os formatos da cabeça dos seres humanos de há milhares de anos atrás não tem nada a ver com o formato de hoje, e temos muito outros exemplos que nos mostram que a evolução das espécies é um facto. Eu acredito, mas respeito as ideias das outras pessoas. Um beijo.


De Maria João Brito de Sousa a 25 de Agosto de 2008 às 19:48
Pois é, amigo Eduardo, eu também respeito a opinião dos outros, mas às vezes custa um bocadinho quando os outros não respeitam a nossa. A mim sempre me foi apresentada a história de Adão e Eva como uma metáfora e foi por essas e por outras que o meu avô nunca quis que eu fosse à catequese. Porque as coisas nessa altura, (e ainda hoje, creio eu) eram impostas como factos inegáveis. O meu avô era, como eu, uma pessoa cheia de fé, mas não aceitava certas coisas e eu também não.
Um abraço!


De Fisga a 27 de Agosto de 2008 às 16:30
Olá amiga João. A liberdade de pensamento é uma coisa a que todos nós temos direito. Eu sempre assim pensei. Quanto à religião: Eu fui obrigado a ir à missa atém aos 8 anos de idade porque os meus pais eram religiosos incondicionais, eu nem só ia à missa como ajudava a ela. Quando pude voar com as minhas próprias asas, Não mais fui à missa. Respeito todos os credos religiosos e acho que é bom para quem acredita manter-se fiel ás suas crenças. Mas eu acho que para alem da morte há o nada. Todos nós temos a certeza de que há morte para alem da vida, que haja vida para alem da morte, ninguém tem provas e nem nunca vai ter.
Mas eu tenho a minha religião. É respeitar tudo e toda a gente, e acima de tudo respeitar-me e honrar-me a mim próprio. Um grande abraço. Eduardo.


De Maria João Brito de Sousa a 27 de Agosto de 2008 às 23:14
Essa tua religião tem muitos pontos em comum com a minha. Eu tenho é uma fé estranha, que não sei explicar e que não tem a ver com as religiões que conheço... ou tem, mas muito pouco. Não sei se depois da morte existe o nada... sei que não posso morrer sem ter cumprido os meus objectivos nesta vida. Passam por aquilo que eu agora faço e pela divulgação da obra do meu avô. Mas tenho de escrever e de pintar ou preferiria nem estar viva. É isto que eu sinto.
Um grande abraço!


De Fisga a 29 de Agosto de 2008 às 16:21
Olá amiga Maria João. Está descansada que tens alguém que está velando para que tu cumpras na íntegra todos os teus objectivos, e eu sou um desses, e o teu pai é outro. E depois ainda há os anónimos, que de certeza os há. Quanto à religião: a minha é respeitar toda a gente e as suas ideias, ser sempre útil ao meu semelhante quando é preciso que eu o seja. Ser honesto comigo próprio para o poder ser com os outros. É esta a minha divisa, e tenho conseguido sempre dormir sem pesadelos. Tenho um grande respeito pela minha consciência, mas nunca lhe permiti que me acusasse de nada. Procuro ouvi-la sempre antes de tomar decisões. Um grande abraço de amizade. Eduardo.


De Maria João Brito de Sousa a 29 de Agosto de 2008 às 23:30
Obrigada pelas tuas palavras, meu amigo Eduardo. Eu também procuro sempre estar em paz com a minha consciência pois tenho-lhe muito respeito. Ela é muito forte e sempre foi o meu pior castigo sempre que fiz qualquer coisita menos boa. Por isso também vou conseguindo dormir sem pesadelos. Se puder ser útil a pessoas e animais, sou.
Um abraço muito amigo!


De Fisga a 2 de Setembro de 2008 às 11:08
Olá Minha amiga Maria João: Cá estou de novo, depois de uma pequena ausência que foi suficiente para eu ter mais de 50 mensagens. Amiga João espero que tenha visto no meu blog onde dei noticia da minha ausência. Eu fiz isso para que as pessoas não ficassem preocupadas, porque eu também não sabia quanto tempo ia demorar. Esta modalidade de net é nova, por isso diferente, e eu ainda me atrapalho com ela. Isto podes apagar depois de leres caso aches por bem faze-lo.
Um grande abraço Até já. Eduardo.



De Maria João Brito de Sousa a 2 de Setembro de 2008 às 17:57
Eu dei por isso! Com o tempo acabas por te habituar... eu digo isto, mas acho que ainda não me adaptei ao Windows Vista...não tem nada a ver com o meu velhinho XP... há para aqui imensas teclas e botões que eu nem faço a menor ideia para que servem... para o blog, vai dando, mas tenho muita dificuldade em trabalhar com ficheiros. Nunca sei onde estão!
Um grande abraço!


De Fisga a 3 de Setembro de 2008 às 17:19
Olá Amiga. Sobre o Windows, eu queria falar uma coisa contigo, não te importas de me dares o teu e-mail? Isto se confias em mim e se conseguir-mos trocar mensagens sendo os programas diferentes, como são porque o meu é o X P. o meu e-mail é
(sipo1936fisga@hotmail.com ) um abraço e tudo de bom para ti amiga. Eduardo.



De Maria João Brito de Sousa a 3 de Setembro de 2008 às 22:23
Amigo, o meu e-mail está no meu perfil. Aconselharam-me a retirar os dados quando houve aquela pirataria e a minha conta subiu em flecha, mas eu sou muito teimosa e decidi deixá-los ficar...
Abraço!


De Fisga a 2 de Setembro de 2008 às 11:18
Olá Amiga João. Sobre os problemas de consciência, está claro que todos nós os temos, basta errarmos, e ninguém está imune a isso. Eu também erro, mas só não corrijo o erro quando me dou conta dele, se me for completamente impossível corrigi-lo. E é assim que fazem todas as pessoas, que fazem questão de ouvir a sua consciência. Miga: Nós não somos assim por vaidade, somos assim porque nos está na massa do sangue, e eu fico muito feliz por ser assim. Um grande abraço.



De Maria João Brito de Sousa a 2 de Setembro de 2008 às 17:52
Tens razão. Há coisas que parece que fazem parte de nós e essa é uma delas.
Abraço!


Comentar post

.quem sou eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arquivos

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds