Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2009

A GRANDE LIÇÃO

OS PEDINTES.
Uma mulher regava o jardim da sua casa e viu três idosos com os seus anos de experiência em frente ao seu jardim. Ela não os conhecia e disse-lhes: Penso que não vos conheço, mas devem ter fome. Por favor entrem na minha casa para que comam algo. Eles perguntaram:
O homem da casa está? -Não, respondeu ela, não está. -Então não podemos entrar, disseram eles. Ao entardecer, quando o marido chegou, ela contou-lhe o sucedido. -Então diz-lhes que já cheguei e convida-os a entrar. A mulher saiu e convidou os homens a entrar na sua casa.
-Não podemos entrar numa casa os três juntos, explicaram os velhos. -Porquê? Quis saber ela.
Um dos homens apontou para outro dos seus amigos e explicou: O nome dele é Riqueza.
Depois apontou para o outro. O nome dele é Êxito e eu chamo-me Amor. Agora vai para dentro e decide com o teu marido qual de nós três desejam convidar para a vossa casa. A mulher entrou em casa e contou ao seu marido o que eles lhe disseram. O homem ficou muito feliz: Que bom! Já que é assim então convidemos a Riqueza, que entre e encha a nossa casa.
A sua esposa não estava de acordo: Querido, porque não convidamos o Êxito?
A filha do casal estava a escutar da outra esquina da casa e veio a correr. Não seria melhor convidar o Amor? O nosso lar ficaria então cheio de amor. Escutemos o conselho da nossa filha, disse o esposo à sua mulher. Vai lá fora e convida o Amor para que seja nosso hóspede. A esposa saiu e perguntou-lhes: Qual de vocês é o Amor?
Por favor entre e seja o nosso convidado. O Amor levantou-se da sua cadeira e começou a avançar para a casa. Os outros 2 também se levantaram e seguiram-no. Surpreendida, a mulher perguntou à Riqueza e ao Êxito: Eu só convidei o Amor, porque vêm vocês também? Os homens responderam juntos: -Se tivesses convidado a Riqueza ou o Êxito os outros 2 permaneceriam cá fora, mas já que convidaste o Amor, aonde ele vá, nós vamos com ele. Onde houver amor, há também riqueza e êxito. O MEU DESEJO PARA VÓS. Onde haja dor, desejo-vos Paz e Felicidade. Onde haja falta de fé em vós mesmo, desejo-vos uma confiança renovada na capacidade para superá-la.
Onde haja medo, desejo-vos amor e sabedoria.

 


publicado por Fisga às 09:00
link do post | comentar | favorito
45 comentários:
De Fisga a 20 de Fevereiro de 2009 às 17:35
Olá amiga Maria Luísa. Antes do mais, obrigado por vires a este teu cantinho. Não sei se terá assim tanto impacto, mas a verdade é que a grande maioria dos seres humanos, coloca o dinheiro ou os bens à frente de tudo, Eu felizmente, sou uma pessoa completamente despegado dos bens materiais, sou em demasia, não devia ser tanto mas eu não sou assim porque quero ou por vaidade, é porque me está nas veias, E isto não é impressão minha, eu já tive a prova, de que sou assim, e que sou em demasia. Um beijinho Eduardo.
Image

RecadosOnline - Deseje um Feliz Carnaval aos seus amigos… Clique aqui!



De M.Luísa Adães a 20 de Fevereiro de 2009 às 18:21
Eduardo

Eu também sou assim, mas temos de ter um certo cuidado... (pelo sim, pelo não); eu muitas vezes, ou quase todas, me esqueço desse cuidado e fico mal...
Mas vamos dar a todos quantos conhecemos, amor,
compreensão e perdão das ofensas.

Beijos,

Maria Luísa


De Fisga a 20 de Fevereiro de 2009 às 22:09
Amiga Luísa. Eu estou completamente de acordo, e mais eu recuso determinantemente, o termo quem com ferros mata com ferros tem que morrer, eu costumo dizer que as acções ficam para quem as pratica. Louvo a tua forma de ser, não porque eu partilho dela, mas porque me parece que é a correcta. Um beijinho e bom fim de semana. Eduardo.



De M.Luísa Adães a 21 de Fevereiro de 2009 às 10:20
Eduardo

Bom-dia;

Não precisamos de ser iguais, mas temos de nos entender e aceitar, um ao outro, com as nossas diferenças ... Sei que me aceitas e louvas a minha "maneira de ser" e eu também, aceito e louvo a "tua maneira de estar no mundo virtual"... Melhor do que a minha; eu sou mais controversa, menos
indulgente. Eu sei!

Bom fim de semana para ti e Família.
Quando passar a euforia de Carnaval ponho "um novo
poema".

Beijos,

Mª. Luísa

p.s. adoro a música!


De Fisga a 21 de Fevereiro de 2009 às 17:17

Olá amiga Luísa. Concordo plenamente contigo. Ninguém tem que ser igual a ninguém, cada um é igual a si próprio. E a nossa grande virtude está em aceitar-mos cada um como ele é e não como nós gostaríamos que ele fosse. Quando não se aceita a pessoa como ela é então não se é amigo dela. A pessoa de quem somos verdadeiramente amigos, não tem defeitos para nós. A verdadeira amizade é incondicional, ou então não é verdadeira. Este é o meu conceito da amizade. Um beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 21 de Fevereiro de 2009 às 18:18
Eduardo

A verdadeira amizade, cria raízes, como uma árvore
secular, para além do nosso poder de compeensão.

Bom conceito, o teu!

Beijos,

Maria Luísa


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2009 às 10:53
Olá amiga. Luísa. Fico muito feliz porque temos muitas coisas em comum, ao nível da forma de ver, e de estar e de estar na vida. E sendo coisas muito simples, são ao mesmo tempo essas coisas que nos mantêm unidos pela amizade. Beijinhos Carnavalescos. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 22 de Fevereiro de 2009 às 11:00
Eduardo

Obrigada por responderes; concordo com o que dizes
e aviso:

dia 25 fevereiro às 7h manhã , sai com a Graça de Deus, o poema "IMAGINAÇÃO" de Maria Luísa Adães.

Beijos e bom carnaval; saúde!...

Mª. Luísa


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2009 às 16:54
Olá amiga, Obrigado por vires e por tudo o mais. Tomei boa conta do que me dizes sobre o dia 25 E cá estou esperando pelo teu poema, que vai com certeza, ser lindo como sempre. Um beijinho Eduardo Gonçalves.


De M.Luísa Adães a 22 de Fevereiro de 2009 às 17:16
Eduardo

Fico feliz com o teu interesse no poema; não vou
desiludir! Não posso! Não quero!

Saudade,

Mª. Luísa


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2009 às 18:17
Não te preocupes, que não há esse perigo, tu não me desiludes, porque eu sei que não há ninguém infalível, e não se pode condenar uma pessoa, lá porque ela falhou uma vez, ou então tiramos do livro dos provérbios, o que diz que errar é humano. Vive a tua vida com toda a tranquilidade. Beijinhos Eduardo.


De M.Luísa Adães a 21 de Fevereiro de 2009 às 18:50
Eduardo

A verdadeira amizade é incondicional; cresce e adquire raízes como uma árvore secular e nunca passa - tal como a árvore - só morre quando a cortam
e isso, é um crime!

Beijos,

Mª. Luísa


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2009 às 12:09
Tens toda a razão minha amiga, é um crime: Da mesma forma deve ser um crime, quando as pessoas não são capazes de superar a tricas, dos desentendimentos, deixando o orgulho falar mais alto, não conseguindo assim, preservar a amizade. Um beijinho e bom Domingo. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 22 de Fevereiro de 2009 às 13:23
Eduardo

O orgulho é um sentimento nefasto; a nada conduz;
mas as pessoas não entendem! Falta-hes humildade,
para entender!

Saudades,

Mª. Luísa


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2009 às 17:56
Amiga Luísa: Tu me dirás, se eu estiver errado, Mas eu penso que não é nefasto o facto de nós nos orgulhar-mos das nossas boas qualidades. será nefasto se nós Tivermos o orgulho no lugar onde devia estar a nossa humildade. Ser-se orgulhoso no bom sentido da palavra, creio que não é nenhum pecado, Mas quem sou eu para me pronunciar sobre uma matéria que não domino? Fica à consideração de quem de direito. Um beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 22 de Fevereiro de 2009 às 18:21
Eduardo

Nem tu dominas, nem eu domino o conceito de "pecado" ... Apenas os teólogos e muitas vezes dizem, mas não sentem - são humanos - aí torna-se difícil uma opinião válida.
Defenir o orgulho e a humildade e quando "sem pecar
podemos ou devemos usar o orgulho".
Há orgulho no bom sentido da palavra ? Penso que o
orgulho é sempre nefasto e negro.
Não me orgulho de nada! Sou como sou! Mas não quero ser orgulhosa, nem daquilo que mereço, pois
tudo quanto sou,é com o auxílio de Deus.

Então, como disse, não tenho orgulho de nada!

Mas esta, é a minha interpretação, não me oponho a
uma interpretação diferente, mas não mudo a minha!

Entendido, meu amigo ? Este é o meu conceito e não
interfere, com o conceito contrário ao meu...
Assim eu sou!...Defeni a minha forma de ver e sentir,
não contesto a dos outros, mesmo diferentes da minha.

Mª. Luísa


De Fisga a 22 de Fevereiro de 2009 às 18:50
Olá amiga Luísa. Postas as coisas pelo prisma que tu as pões. Estás certíssima. E nada há que censurar, por pensares como pensas. Dou a mão à palmatória, como quem diz estou de perfeito acordo contigo. Um beijo Eduardo.


De M.Luísa Adães a 23 de Fevereiro de 2009 às 11:39
Eduardo

Obrigada; isso mostra o teu espírito de compreensão!

Bºs, M. Luísa


De Fisga a 23 de Fevereiro de 2009 às 18:03
Olá amiga Luísa. Ser compreensivo contigo é a única coisa em que eu te posso ajudar, e não me custa rigorosamente nada, ser compreensivo e solidário contigo. Sermos solidários com os nossos amigos, é muitas vezes meio caminho andado para os ajudar a libertarem-se de problemas que os impedem de serem felizes e contribui para cimentar a amizade, que nunca é forte em demasia . Por isso sinto-me muito honrado por estar contigo, do teu lado. Um beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 24 de Fevereiro de 2009 às 11:23
Eduardo

Voltando ao tema do teu texto :

onde entra o Amor, entra a riqueza e o êxito!

Quanto ao enviares a "Ilha da Magia - Santa Catarina"
eu adorei recordar esses dias maravilhosos que passei naquele Paraíso; dou graças a Deus, por ser meia portuguesa e bastante brasileira ...
Casa, Família directa "Filho, nora e neta (esta última
nascida no coração de São Paulo) a minha nora é
Paulista, por nascimento. Lá trabalham e vivem e eu
também tenho a minha casa em condominio fechado,
cheio de jardins, 4 piscinas, campo de ténis e futebol;
uma espécie de lugar bendito, ao pé do "museu do Ipiranga.
Estamos em Portugal, pois o meu marido trabalha; os
meus filhos olham pela casa.

Ficas a conhecer, mais uma parte da minha vida, bem
dividida! Graças dou, todos os dias.

beijos para ti,

Maria Luísa


De Fisga a 25 de Fevereiro de 2009 às 10:38
Olá amiga Luísa. Obrigado por teres voltado bem haja, para ti. Sem dúvida alguma que onde há amor, há tudo o que se possa desejar de bom para a nossa felicidade. Pena é que muitas pessoas não saibam que assim é. quanto ao P. P. S. Eu calculei que já o conhecesses, já que ele tem origem no Brasil, creio eu, mas também não fás mal, apaga-o ou envia a outrem. Quanto ao mais que me contaste: Olha amiga. Agora só precisas de ter ,Paz, amor, harmonia e longa vida, para poderes gozar e desfrutar de tudo isso na companhia de quem tu mais amas, e acredita do coração que eu sabendo que assim é, fico muito feliz por ti, a felicidade dos meus amigos, é a minha felicidade. Um beijo Eduardo.


De M.Luísa Adães a 25 de Fevereiro de 2009 às 12:36
Eduardo

Fico com Santa Catarina nos m/ Favoritos de email;

Obrigada pela tua amizade preciosa: Deus te ajude!

Bºs, Mª. Luísa


De Fisga a 25 de Fevereiro de 2009 às 18:17
Olha amiga. Não tens que agradecer, porque a minha amizade é estritamente só para quem a merece, e as pessoas a quem eu dou a minha amizade, é porque elas a merecem, de outro modo eu não lha daria. Um beijinho para ti e tudo de bom, que tu mereces. Tu és uma Amiga com um A grande.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 11:34
Eduardo

Obrigada quanto à Amizade e não posso, nem quero
desiludir!

Bºs, Mª. Luísa


De Fisga a 26 de Fevereiro de 2009 às 11:54
Olá amiga. Eu também Não posso e nem quero, porque a amizade para mim neste momento, é algo de sagrado, eu preciso dela como preciso de agasalho nos dias de intempérie. Por isso compreendo muito bem o que isso significa. Um beijinho Eduardo.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 14:54
edu

Já respondi a outra coisa tua ,mas o computador deu como interdita a página, desapareceu tudo e foi pena!

Mª. Luísa


De Fisga a 26 de Fevereiro de 2009 às 18:36
Olá amiga. Me diz: O que desapareceu, é algo que eu te possa mandar? ou foi o que tu escreveste que desapareceu? Se for coisa em que eu possa ajudar é só dizeres. Um beijo Eduardo.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 18:47
Edu

O que continua desaparecido é a oferta do troféu
Amigos, no final do meu poema; está o espaço em branco e à esquerda, no cimo. uma cruz (pequena) vermelha.
A imagem até é bastante bonita, mas não se fixa;
nada posso fazer, mas tira a graça a tudo.
Edu ainda não leste "Imaginação"? ... Sinto-me triste!

Bºs, M. Luísa


De Fisga a 26 de Fevereiro de 2009 às 19:50
Olá amiga Maria Luísa. Já vi o que se passa, confesso que ainda não tinha dado pela falta da imagem. Olha amiga Tu dizes-me que estás triste. E eu não estou menos triste do que tu. Sabes o que aconteceu? Eu não posso afirmar que tenha sido isso, mas não vejo outro jeito. Tu sabes que quando nós copiamos algo podemos também, em vez de copiarmos podemos cortar, E por infelicidade minha e tua foi o que eu fiz provavelmente fiz, em vez de copiar, cortei. Amiga Eu não posso fazer nada, a pesar de ser a mim que cabem as culpas. mas tu poderás apagar o que resta do prémio e ir ao blog da Tibeu ou vai antes ao meu e copia para o teu blog. Amiga eu como já te disse, embora seja o culpado não posso mesmo fazer nada, porque me está vedada como sabes a interacção no teu ou em qualquer outro blog. Olha amiga não sei mais o que te dizer para minorar o teu desgosto. Um beijinho e desculpa mais uma vez. Eduardo.


De M.Luísa Adães a 26 de Fevereiro de 2009 às 20:07
Edu

Deve ser isso; cortaste, em vez de, copiar.
Só pode ser. vou ver se sou capaz de resolver.

obrigada,

Maria Luísa


De Fisga a 26 de Fevereiro de 2009 às 20:33
Amiga fás como eu te disse, vai ao meu blog, e alteras a parte onde fás referenciam ao nome e pões o nome da amiga Tibeu. Fás isso que eu fico muito feliz tu o fizeres, não me ofereci para o fazer por ti porque como sabes não me é possível. Um beijinho e muito boa noite para ti. Eduardo.


Comentar post

.quem sou eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 41 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arca_animais-micros...

.arquivos

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

.Visitas

 

.arca_animais-micros...

SAPO Blogs

.subscrever feeds