Domingo, 26 de Abril de 2009

A CARTA

 

RECADO DE UM PAI. 4ª Paginas de 5
 Nunca sejas vaidoso meu filho, porque a vaidade ridiculariza-nos. Sê sempre orgulhoso (no bom sentido claro) o orgulho mantém-nos o aprumo de homens íntegros. Que nobilíssimo orgulha te preserve sempre de te sentires inferior, aos teus iguais na tua esfera, profissional e social. Se um dia fores inesperadamente catapultado para uma posição profissional ou social superior, Não primatas que a vaidade te corrompa. Toma nota, que os recém-enriquecidos, e os transplantados de fresco de onde foram nados e criados, para canteiros mais eminentes, ressentindo-se da muda, têm tendência a descambar na vaidade. O que nos valoriza não são as lantejoulas do traje, nem os emblemas do espírito; não são as farfalhudas gabarolices nem as ostentações tantas vezes parolinhas. O prestígio derrama-se no espesso e infiltra-se no tempo, Só vale o prestígio conquistado pelo trabalho, e conservado pela honradez. Fruto sazonal e premio tardio que a perseverança concede aos mártires de uma ideia, e de um sentimento. A vaidade é a expressão dos primeiros abalos pela adaptação a novos meios. Sê sempre lutador acérrimo contra esses abalos, fazendo essa adaptação através de uma evolução constante, sólida e programada. A vaidade é uma hipertrofia do nosso (EU) a evidenciar-se em um escaparate de feira ao ar livre, para atrair as atenções de quem passa; é como a charanga da propaganda. Olha meu filho se me conhecestes de perto dirás e com razão que esta não foi exactamente a linha pela qual eu me pautei e essa é a razão que me levou a escrever-te esta carta, que o meu pai na pessoa dos meus antepassados não me escreveu.

publicado por Fisga às 22:00
link do post | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.quem sou eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 40 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arquivos

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

. Letras de canções -Lança ...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds