Domingo, 24 de Maio de 2009

UMA HISTÓRIA DE ENCANTAR

 

 

Uma História de espantar
 
A História que eu vou contar,
Vai vocês fazer pasmar,
Talvez por alguns instantes.
Pois vai ficar-vos na memória
Por eu gostar de picantes
Para apimentar a História.
O que eu vos vou contar,
É uma História de espantar,
Vão ficar admirados,
Pelo menos por momentos.
O que eu consegui sentir,
Pensava já não existir,
Como existiu noutros tempos.
 
Eu e ela descobrimos,
Que afinal ainda sentimos,
Algo de gostoso e belo.
Aconteceu ontem à tarde,
Porque o fogo ainda arde,
Dentro do nosso Castelo.
 
 Muito me surpreendeu,
Aquilo que aconteceu,
Só mesmo entre nós dois.
Começamos a brincar,
E mesmo sem esperar,
O Fogo estalou depois.
 
Eu próprio não estava à espera,
Que em plena Primavera,
Disparasse um tal calor,
Que antes tinha outro nome,
Que nós lhe chamamos ainda,
Mas na nova ortografia,
Chamam-lhe fazer amor.
 
O nome dela tem três letras,
E deixem-se lá de tretas,
Eu posso chamar-lhe mão,
Que é um nome perfeito.
O que vocês querem saber,
Eu não vos vou responder,
Porque vos tenho respeito.
 
Mas juro que foi verdade,
Esta História acontecer,
Quando eu menos esperava,
Foi real o tudo ou nada,
Mesmo sozinho onde estava,
Até fiquei todo a tremer.
 
Depois de noite até sonhei,
Que com ela me encontrei,
E estivemos a falar uns tempos,
Confirmou-me que foi bom,
E que também não esperava,
Que essa sensação se dava,
Apenas por pensamento.
 
Mas a vida segue em frente,
Ela é minha confidente,
E eu confidente dela.
Mas o que se passou entre nós dois,
Já faz parte do depois,
E Não se vai falar mais nela.
 
Juramos fazer de conta,
Que tudo o que aconteceu,
Ela merece e eu mereço.
Mas não me perguntem quem é,
Eu posso jurar até,
Que nem sequer a conheço.
 
 
 
 
 
 
 

 


publicado por Fisga às 09:39
link do post | comentar | ver comentários (50) | favorito

.quem sou eu


. ver perfil

. seguir perfil

. 41 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arquivos

. Agosto 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. UMA FOTOGRAFIA DE ALICE B...

. QUE SEJA, ENTÃO, PARA SEM...

. OBRIGADA, TAMBÉM POR ISTO...

. ALGUNS BRITOS E SOUSAS

. GRANDE MERGULHO

. No mistério do sem fim

. Viver como as flores

. Mar do Desespero

. Dia dos namorados

. Queria ser a força...

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds